Notícias

Programa Primeira Infância de Alagoas será expandido para cinco municípios

Alagoas tem 386 mil crianças na primeira infância (de 0 a 6 anos) e quase 60% delas vivem em situação de pobreza ou extrema pobreza
Texto de Kelly Cordeiro

Um encontro nesta terça-feira (11), no Palácio República dos Palmares, reuniu o governador Renan Filho, a primeira-dama Renata Calheiros e os prefeitos dos cinco municípios que se unem a Murici na execução da nova fase do projeto-piloto do Programa Primeira Infância.

 

Os secretários de Estado da Saúde, Christian Teixeira; da Educação, Luciano Barbosa; e da Assistência Social, Fernando Pereira, também participaram do encontro, apresentando as ações que serão desenvolvidas nessas áreas, com foco em gestantes e nas crianças de 0 a 6 anos.

 

 

A Secretaria de Saúde fixou cinco áreas de atuação no âmbito da primeira infância: atenção ao pré-natal, criação de um software de monitoramento de gestantes e crianças, aumento de partos humanizados, triagem neonatal e nutrição.

 

A Secretaria de Assistência Social definiu um incremento no programa de distribuição de cestas básicas e nutricionais, orientação dos profissionais de saúde no controle de gestantes e crianças com deficiência e capacitação de supervisores e visitadores dos municípios.

 

Já a Secretaria de Educação se comprometeu em dar apoio para a conclusão de creches e apoio pedagógico na formação de pessoas.

 

 

De acordo com um levantamento feito pelo comitê gestor do programa, Alagoas tem 386 mil crianças na primeira infância (de 0 a 6 anos) e quase 60% delas vivem em situação de pobreza ou extrema pobreza. Além disso, a taxa de mortalidade infantil no Estado é de 14,3%. Por isso, a primeira-dama reforçou a necessidade de uma política pública específica para a reversão desses números.

 

“Algumas ações complementares, como as intervenções nas grotas, a doação de enxovais confeccionados por reeducandos e a construção da Casa do Coraçãozinho e do Hospital da Mulher já demonstram um avanço para a elaboração dessa política. Com esse encontro, queremos fazer uma aproximação entre Estado e municípios e nos colocar à disposição para prestar toda a assessoria técnica necessária para a implantação do programa”, afirmou a Renata Calheiros, coordenadora do Comitê da Primeira Infância.

 

 

O governador Renan Filho encerrou o encontro destacando a importância do empenho dos gestores envolvidos para que Alagoas avance nas ações voltadas à primeira infância. “Temos que definir ações práticas em todas as áreas para que a implantação do programa seja eficaz em Alagoas”, finalizou.

 

O projeto-piloto do Programa Primeira Infância foi lançado em julho de 2016, em Murici, e prevê o cuidado integral para gestantes e crianças de 0 a 6 anos, fase considerada a mais importante do desenvolvimento humano. Agora as ações e metas experimentais direcionadas a esse público se estendem aos municípios de Batalha, Teotônio Vilela, São Luiz do Quitunde, Pilar e Pão de Açúcar.

Artigos relacionados
Notícias

Piranhas, destino turístico em Alagoas, recebe investimentos em energia elétrica

Piranhas é um dos principais destinos turísticos de Alagoas,  município localizado a 300 quilômetros de Maceió, no alto Sertão, na…
Notícias

Linha de crédito para o turismo registra mais de 4 mil contratos assinados, preservando cerca de 39 mil empregos

OFundo Geral do Turismo (Fungetur), que viabiliza linhas de crédito específicas para o setor, foi acessado por mais de quatro…
Notícias

Embratur discute incentivo para os municípios

A Confederação Nacional de Municípios (CNM), representada pela área técnica de turismo, participou de uma reunião, na última quinta-feira, 09…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :