Notícias

Dia de Serviços de Saúde atende moradores de rua nesta quarta-feira (19)

Moradores de rua de Maceió poderão fazer testes rápidos e participar de atividades lúdicas
Texto de Marcel Vital

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) promove, nesta quarta-feira (19), um Dia de Serviços de Saúde para os moradores de rua de Maceió. A ação, que terá a parceria da Secretaria de Saúde de Maceió e do Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Rua (Centro POP), acontece das 8h às 13h, na Praça Marcílio Dias, no bairro Jaraguá, em Maceió.

 

Durante o evento, serão realizados testes rápidos de sífilis, hepatite B e C, coleta de baciloscopia e testes rápidos de HIV. Além disso, por meio de jogos de tabuleiro e de palestras sobre a importância do cuidado da saúde bucal, a Sesau vai possibilitar uma aprendizagem significativa através de métodos alternativos, bem como auxiliar na socialização e no raciocínio lógico, reduzindo, desse modo, a resistência e o desinteresse para a prática afetiva.

 

“No caso dos testes rápidos de HIV, caso a sorologia positiva seja confirmada, os moradores de rua serão encaminhados para o Pam Salgadinho, onde irão receber toda assistência para um tratamento digno e humanizado”, destacou Elma Liliane, assessora de Políticas Transversais da Sesau. Ela destacou que também serão discutidas políticas públicas para melhorar a qualidade de vida das pessoas em situação de rua.

Elma Liliane salientou que a ação pode salvar muitas vidas a partir dos exames preventivos que detectam doenças, além de influenciar na decisão desses moradores em não continuar vivendo nas ruas. A assessora de Políticas Transversais da Sesau salientou ainda que a oficina pretende minimizar o preconceito, a discriminação e a falta de conhecimento da sociedade frente à realidade e o sofrimento pelo qual essa população é exposta diariamente.

 

“Além da resistência que existe tanto por parte dos moradores de rua que não querem ser acolhidos, quanto das famílias para recebê-los, há também o conflito gerado pela prática de ações isoladas, que não ajudam com a solução que nós estamos procurando. As pessoas têm um desejo de apoiar e acolher e, quando nós conseguimos trazer esses atores para o diálogo, a gente consegue ter resultados melhores”, comentou.

Artigos relacionados
Notícias

SC: Nova exposição do Museu Nacional de Imigração e Colonização é aberta ao público

A exposição “Miradas do Porvir”, no Museu Nacional de Imigração e Colonização (MNIC), marcou a reabertura do casarão e aposta…
Notícias

Gol inicia voos para Canoas a partir de 1º de junho

A GOL Linhas Aéreas anuncia o retorno dos voos em Porto Alegre por meio de operações na base aérea de…
Notícias

Brasil assina acordo de cooperação com Benim para ampliar fluxo turístico entre os países

O Ministério do Turismo assinou um acordo de cooperação com o país africano Benim. Entre os objetivos da parceria está…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :