ALAGOAS

Com nova política, Núcleo Ressocializador tem índice de reincidência inferior a 5%

Reeducandos trilham caminho digno no sistema prisional alagoano
Texto de Maysa Cavalcante

O Núcleo Ressocializador da Capital (NRC) completa este mês seis anos de funcionamento e apresenta números que comprovam a eficácia da política adotada na unidade pela Secretaria de Estado da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) na recuperação dos reeducandos. Enquanto a média nacional de reincidência no crime gira em torno de 70%, o índice registrado no NRC está abaixo dos 5%.

 

O NRC funciona no Complexo Peniténciário, em Maceió, e atualmente 122 reeducandos cumprem pena na unidade. Única unidade do país que tem sua metodologia baseada nos Módulos de Respeito, tendo como diretrizes o diálogo, a transparência e a honradez, o Núcleo tornou-se referência em gestão prisional.

 

De acordo com o secretário executivo de Gestão Interna da Seris, major Marcos Henrique do Carmo, a implantação de um Núcleo Ressocializador no Presídio Santa Luzia é uma das metas da pasta. “Esse é um modelo que deu certo e nosso objetivo é desenvolver ações para que o projeto evolua e beneficie cada vez mais apenados. Dado o êxito alcançado na unidade masculina, queremos implementar a metodologia no presídio feminino, atendendo as presas condenadas. O baixo índice de reincidência é o que comprova que estamos no caminho correto”, destacou o gestor.

Para marcar aos seis anos de existência do NRC, a Seris busca ampliar os projetos inovadores voltados para o NRC. Um deles tem sua base na Padaria Central do Complexo Penitenciário, que, além de fornecer pães para toda a população carcerária alagoana, ganhará uma nova função: sala de aula. Os reeducandos do NRC passarão por treinamento e serão responsáveis pelo funcionamento da padaria, que produz cerca de 420 mil pães mensalmente.

 

Outras duas novas oficinas profissionalizantes serão implantadas na unidade: Manutenção de Equipamentos e Artesanato. As iniciativas fazem parte do planejamento da Seris para fomentar ideias e expandir os resultados alcançados.

 

Aniversário da unidade

 

Visando comemorar os resultados alcançados nos seis anos de funcionamento do NRC, prezando pelo respeito entre servidor e reeducando, a Seris desenvolveu uma programação de aniversário da unidade. Até sexta-feira (5) estão programadas atividades como palestras, café da manhã, atividades esportivas, massoterapia e atendimento médico.

No sábado (5), ocorrerá a festa de encerramento das atividades, que conta com sorteio de brindes para os servidores, premiação para os vencedores dos jogos, apresentação dos ganhadores do concurso de poesia, playground para as crianças e atendimento de saúde bucal para os familiares dos internos, além de shows com a cantora May Honorato, Banda Pagodão das Antigas e apresentação da banda composta por reeducandos do NRC.

 

Unidade de referência

 

O NRC funciona no antigo Presídio Rubens Quintella. O prédio, interditado pela Justiça em 2007, foi reformado com mão de obra carcerária. Reinaugurada em 4 de agosto de 2012, a unidade foi adaptada para receber oficinas profissionalizantes e salas de aulas. A iniciativa é inspirada em uma experiência exitosa baseada nos “módulos de respeito”, implantado em Leon, na Espanha.

Artigos relacionados
ALAGOAS

Sedetur parceira para de apoio ao turismo de eventos e negócios em Alagoas

O Governo de Alagoas, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), assinou, nesta terça-feira (21), um…
ALAGOAS

Severino Pessoa volta a se reunir com ministro da Cidadania em busca de recursos para AL

O deputado federal Severino Pessoa (Republicanos/AL) voltou a se reunir com o ministro da Cidadania, João Roma Neto, a quem…
ALAGOAS

Destino Alagoas é destaque no concurso nacional Beleza Plus Curvy Models Brasil

O destino Alagoas é destaque em um dos maiores concursos de beleza nacional, o Miss Pluss Models Brasil, que vai…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :