Notícias

Primeiro Centro de Telepresença do Brasil será construído em Alagoas

Projeto arquitetônico tem uma tipologia de uma edificação moderna, e como será o primeiro do País, será uma referência
Texto de Mayara Wasty

O Governo de Alagoas tem investido cada vez mais em tecnologia e segurança. Na próxima segunda-feira (28) será assinada a Ordem de Serviço para a construção do primeiro Centro de Telepresença do Brasil. A iniciativa é uma parceira do Poder Executivo, através da Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris), e o Tribunal de Justiça de Alagoas.

 

Com uma estrutura moderna, o projeto segue todas as normas técnicas de construção, sendo adaptado para portadores de necessidades especiais. O prédio será construído com recursos próprios do Governo do Estado e contará com seis salas para audiências, que comportarão de 5 a 12 pessoas, simultaneamente, tornando possível a realização de até 48 audiências por dia, apenas em Maceió. As salas serão equipadas com painéis acústicos, microfones, câmeras e TV para garantir a qualidade das audiências.

A logística de atuação e deslocamento de reeducandos, bem como o aparelhamento será realizado pela Seris, já o Tribunal de Justiça fará a cessão dos equipamentos de telepresença.

 

O prédio contará, também, com recepção, administrativo, parlatório, área de serviço e copa. Além disso, o Centro contará com uma entrada específica para a escolta dos reeducando, garantindo mais segurança no processo. Oito celas com capacidade para seis pessoas serão construídas para que os reeducandos aguardem as audiências.

A arquiteta responsável pelo projeto, Suzana Cabral, explica que os trabalhos de limpeza já foram iniciados e a previsão de conclusão da obra é de seis meses. “O local de construção do Centro de Telepresença foi escolhido estrategicamente, pois fica na parte central do sistema prisional, desta forma, facilitará o translado das unidades”, disse.

 

Nirley Silva, agente penitenciária e colaboradora do projeto, acrescenta: “O projeto arquitetônico tem uma tipologia de uma edificação moderna, e como é o primeiro do país, será uma referência”.

 

Para o secretário Executivo de Gestão Interna, major Marcos Henrique do Carmo, um dos principais benefícios será a segurança e economia. “Baseado nos custos de deslocamento para audiências, concluímos que a construção seria, economicamente, mais viável para o Estado”, afirma.

“Além da economia, o Centro trará celeridade nos processos judiciais. Esse será o primeiro Centro de Telepresença do Brasil a ser implantado no sistema prisional, o que possibilitará maior rapidez no julgamento dos réus presos e, consequentemente, justiça no cárcere”, completou.

Artigos relacionados
Notícias

Cartilha dá dicas para turistas em viagens de carro

Os ministérios da Justiça e do Turismo lançaram uma cartilha que pretende ajudar os turistas, enquanto consumidores, que fazem uso…
Notícias

Seminário discute Corredor Bioceânico para integração da América do Sul

Um encontro iniciado, ontem, em Campo Grande (MS), com representantes do Paraguai, Argentina, Chile e Brasil discutirá a “Integração dos…
Notícias

Recife: Secretaria de Turismo inova com exibição de miniwebsérie e inclusão

Uma forma divertida de encantar os moradores do Recife e atrair a atenção dos turistas foi o mote que impulsionou…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Enter Captcha Here :