Notícias

Alagoas trabalha para utilizar 10% de sua receita corrente líquida em investimentos

Governador Renan Filho destacou, durante abertura do Encat, que Alagoas tem se destacado por causa do ajuste fiscal, o que tem permitido a retomada dos investimentos mesmo com a maioria dos Estados do País em crise
Texto de Severino Carvalho

O maior esforço fiscal relativo dentre todos os Estados da federação, protagonizado por Alagoas, permitirá que o Governo, em breve, utilize 10% de sua receita corrente líquida para investimentos em setores estratégicos. Foi o que revelou o governador Renan Filho, na manhã desta quinta-feira (5), durante a abertura da 62ª edição do Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais (Encat), que acontece no auditório do Hotel Jatiúca, em Maceió.

 
“Conforme os últimos levantamentos, o Estado tem se destacado por meio de um ajuste fiscal que permite a retomada dos investimentos. Estamos trabalhando para chegar bem próximos à condição de investir quase 10% de nossa receita corrente líquida. Isso é algo muito representativo. Para quem mexe com finanças públicas sabe do que estou falando”, declarou Renan Filho.

 

 

O governador recordou que assumiu um Estado que tinha o segundo maior comprometimento da sua receita corrente líquida com o pagamento de folha salarial no País. “Em dois anos e nove meses de muito trabalho, reduzimos quase cinco pontos percentuais. Fizemos isso – mesmo dando aumentos e garantindo progressões a todas as carreiras – aumentando a receita e reduzindo as despesas. Fizemos o maior esforço fiscal relativo dentre todos os Estados do País”, acrescentou o governador.

 

 
Renan Filho parabenizou o secretário de Estado da Fazenda, George Santoro, pela iniciativa de trazer para Alagoas mais uma edição do Encat – a última havia sido realizada em 2015. O encontro reúne especialistas em tributação e em arrecadação fazendária de todo o País. O governador destacou que Alagoas vem se modernizando para enfrentar a crise de maneira firme e mantendo os investimentos, enquanto outras unidades da Federação estão de joelhos.

 
“São investimentos em hospitais, em escolas em tempo integral, o avanço da Segurança Pública, a convocação das reservas técnicas, a realização de novos concursos públicos. Isso tudo é fruto de um bom trabalho fiscal conduzido pelo secretário da Fazenda, George Santoro, e por uma equipe competente, que coloca Alagoas com um dos mais sólidos do ponto de vista fiscal nesse momento de crise”, enfatizou.

 

 

 
O objetivo do Encat é o aperfeiçoamento das normas e práticas fiscais, bem como a harmonização tributária entre as unidades da federação. O evento prossegue nesta sexta-feira (6).

 
Santoro salientou que a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) tem aperfeiçoado os mecanismos de fiscalização. “Desde 2015, que a gente vem adquirindo softwares e equipamentos que nos permitem processar uma quantidade enorme de informações, inclusive no mesmo patamar da Receita Federal”, revelou. Um dos assuntos abordados nesta edição do Encat foi a Ética na Concorrência.

 
“A concorrência desleal é muito perversa. As pessoas acabam comprando em determinado local porque tem um preço infinitamente menor do que o outro contribuinte que paga o tributo regularmente. Na verdade, o consumidor acaba favorecendo uma ilegalidade, uma prática desleal em que o Estado acaba arrecadando menos e tendo de cobrar mais tributos para compensar. Isso acaba gerando um ciclo vicioso, muito ruim para a sociedade. Então uns acabam pagando mais porque outros não pagam nada”, comparou Santoro.

 

 

Participam, ainda, da 62ª edição, o coordenador-geral do Encat, Eudaldo Almeida de Jesus, o procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça; o secretário de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio, Fabrício Marques; o presidente do Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial, Edson Vismona; o secretário especial da Receita Estadual, Luiz Dias; Alberto Cabús, que representou o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas, José Carlos Lyra; o presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), desembargador Otávio Praxedes, dentre outras autoridades.

Artigos relacionados
Notícias

Cartilha dá dicas para turistas em viagens de carro

Os ministérios da Justiça e do Turismo lançaram uma cartilha que pretende ajudar os turistas, enquanto consumidores, que fazem uso…
Notícias

Seminário discute Corredor Bioceânico para integração da América do Sul

Um encontro iniciado, ontem, em Campo Grande (MS), com representantes do Paraguai, Argentina, Chile e Brasil discutirá a “Integração dos…
Notícias

Recife: Secretaria de Turismo inova com exibição de miniwebsérie e inclusão

Uma forma divertida de encantar os moradores do Recife e atrair a atenção dos turistas foi o mote que impulsionou…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Enter Captcha Here :