Notícias

“Hospital Metropolitano é o maior investimento em saúde da história de Alagoas”, diz Renan

Hospital terá 20 leitos em pediatria, 50 de clínica médica, 30 de cirurgia, 40 de obstetrícia, 10 de UTI adulto, 10 de UTI pediátrica, 10 de UTI neonatal e outros 10 de UCI neonatal
Texto de Severino Carvalho

O canteiro de obras do Hospital Metropolitano, no Tabuleiro do Martins, em Maceió, foi visitado na manhã desta quinta-feira (9), pelo governador Renan Filho. Iniciado em abril deste ano e com prazo inicial para conclusão de 18 meses, o equipamento de saúde está orçado em mais de R$ 64,5 milhões.

 

“Essa é a maior obra de engenharia civil de edificação em toda Alagoas, inclusive comparando com as obras da iniciativa privada. Hoje, já temos aqui 150 operários trabalhando na construção, que vai chegar a 350 trabalhadores empregados em seu auge. O Hospital Metropolitano é o maior investimento da saúde pública na história de Alagoas”, afirmou o governador.

 

(Fotos: Márcio Ferreira)

 

Renan Filho esteve no bloco principal do Hospital Metropolitano, onde já foi erguida a primeira laje. Ali, serão instalados o centro cirúrgico e as enfermarias, dentre outros setores importantes. As obras seguem em ritmo acelerado, com trabalhos sendo executados nos três turnos.

 

Quando estiver pronto, o Metropolitano terá 180 leitos, sendo 20 de pediatria, 50 de clínica médica, 30 de cirurgia, 40 de obstetrícia, 10 de UTI adulto, 10 de UTI pediátrica, 10 de UTI neonatal e outros 10 de UCI neonatal.

 

O empreendimento vai atender, prioritariamente, os pacientes provenientes da parte alta de Maceió e Região Metropolitana. Só em equipamentos e mobiliário serão investidos R$ 20 milhões.

 

Além do Metropolitano, o Governo do Estado está construindo o Hospital da Mulher, na Avenida Comendador Leão, em Maceió, orçado em R$ 25 milhões, e o Hospital Regional do Norte, em Porto Calvo, num investimento de R$ 30 milhões.

 

(Fotos: Márcio Ferreira)

 

Os avisos de licitação para a construção dos hospitais do Alto Sertão, em Delmiro Gouveia, e Regional da Mata, em União dos Palmares, já foram lançados, orçados em R$ 35 milhões cada. Todos os equipamentos de saúde serão edificados com recursos do Tesouro Estadual.

Artigos relacionados
Notícias

Agendamento online para passaportes está indisponível temporariamente

A Polícia Federal (PF) informou, ontem, 18, em Brasília, que está temporariamente indisponível o serviço de agendamento de emissão de…
Notícias

EasyJet para com os voos com destino a Israel até outubro

A easyJet suspendeu os voos para Telavive (Israel) durante os próximos seis meses na sequência do recente ataque com mísseis…
Notícias

Hoteleiros questionam aumento da taxa turística em Lisboa

Em nota de imprensa, a AHP afirma que reuniu a 4 de abril com o presidente da Câmara Municipal de…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :