ALAGOAS

Gestão democrática e autonomia das escolas mudam rumos da Educação em Alagoas

Governador Renan Filho durante durante a posse de 121 novos diretores eleitos pela comunidade escolar e gerentes regionais escolhidos pelo desempenho de suas escolas no Ideb
Texto de Petrônio Viana

A gestão democrática a partir das eleições diretas para diretores e a meritocracia na escolha de gerentes regionais de ensino, aliada à descentralização de recursos que dá autonomia para as escolas da rede estadual, estão mudando os rumos da Educação em Alagoas. Essa foi a avaliação feita pelo governador Renan Filho e pelo vice-governador e secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa, na quarta-feira (5), durante a posse de 121 novos diretores eleitos pela comunidade escolar e gerentes regionais escolhidos pelo desempenho de suas escolas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

 

Segundo Renan Filho, a autonomia das escolas e a meritocracia são a chave para a transformação do ensino no Estado e foram adotadas a partir da observação de que os caminhos percorridos anteriormente não poderiam ser retomados sob o risco de que novos erros fossem cometidos.

 

“Levava meses, anos para o diretor conseguir consertar a porta de um banheiro. Ora, por que não mandar o dinheiro para o diretor, sugerir que o conselho escolar veja se o dinheiro está sendo bem gasto? Conversar com os pais, trabalhar par promover a qualificação dos gestores e diretores para que eles utilizem bem aqueles recursos. Essa descentralização garante que os diretores sejam autônomos e possam resolver seus problemas”, disse Renan Filho.

 

Governador Renan Filho durante durante a posse de 121 novos diretores eleitos pela comunidade escolar e gerentes regionais escolhidos pelo desempenho de suas escolas no Ideb

 

“Alagoas precisava mudar. Durante muito tempo, fomos exemplo negativo em várias áreas. Os nossos problemas são triviais e as soluções também precisam ser, porque as soluções mirabolantes não funcionam. Quis o destino que fosse justamente na era da maior crise econômica que o Brasil já viveu, que a gente desse a virada fiscal, financeira que o Estado precisava. As soluções não precisam ser mirabolantes, mas problema velho se resolve com solução nova. Quem caminha pelo mesmo caminho vai chegar no mesmo lugar. A verdadeira mudança de patamar econômico e social de Alagoas só virá se nós mudarmos a educação. Quanto mais qualidade tivermos na educação, mais velocidade e potência terá o nosso Estado”, avaliou o governador.

 

Os novos diretores empossados nesta quarta-feira foram eleitos por votação direta pela comunidade escolar de cada unidade, em um processo democrático ocorrido entre os dias 12 e 16 de março. A segunda etapa das eleições acontece entre o final de abril e início de maio. A apresentação de candidaturas começou na terça-feira (3) e segue até quinta (5). Puderam se candidatar aos cargos os professores efetivos do magistério estadual com habilitação em nível superior e licenciatura plena.

 

Já a escolha dos gestores das 13 Gerências Regionais de Ensino de Alagoas, de acordo com o secretário Luciano Barbosa, obedece um critério técnico estalecido na atual gestão do Governo do Estado.

 

Governador Renan Filho durante durante a posse de 121 novos diretores eleitos pela comunidade escolar e gerentes regionais escolhidos pelo desempenho de suas escolas no Ideb

 

“O processo de escolha dos gerentes era político e isso acabava com o elo que unia a Secretaria de Estado da Educação às escolas públicas. O que nós fizemos foi encontrar um critério técnico irrefutável, que não deixasse margem para alguém achar que estávamos manipulando a escolha. Então, decidimos que valor do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o Ideb de cada escola, vai dizer quem vai ser o gerente regional. E elegemos o diretor da escola com melhor Ideb na região como gerente. Hoje, nem o governador Renan Filho indica gerente regional de ensino. Conceitualmente, isso nos permitiu lutar pela ideias que tínhamos e fazer com que elas chegassem à escola”, explicou Barbosa.

 

Durante a solenidade, também foi assinado o despacho de autorização de recursos para os programas Escola da Hora, Escola Web e para aquisição de fardamento escolar para os alunos. Para Luciano Barbosa, o despacho, que confere às escolas a autonomia para realizar reparos e melhorias nas unidades, escolher serviços de internet e os fornecedores dos fardamentos escolares, reforça o compromisso do governador Renan Filho com a descentralização de recursos na Educação.

 

“Neste governo, adotamos uma nova postura, porque as coisas acontecem na escola. Decidimos descentralizar os recursos. A gestão democrática não é só o direito do gestor ser eleito pela comunidade escolar, ela vai educando a criança para transformá-la em um cidadão. Mas, nessa gestão democrática, faltavam os recursos. O diretor não podia consertar uma fossa, um banheiro, cortar a grama da escola. Com essa nova postura, o dinheiro vai para a escola, onde as necessidades são conhecidas. Os diretores e o conselho escolar sabem onde esse dinheiro é necessário, e nós acreditamos nas pessoas. Os diretores se mostraram grandes administradores, são zelosos e fazem cada centavo render”, disse o secretário da Educação.

 

“Nesse sentido, o governador Renan Filho promoveu a maior descentralização de recursos da história de Alagoas. Em pouco mais de três anos, enviamos para as escolas estaduais mais de R$ 40 milhões de recursos do Fundeb e do Tesouro Estadual. Não foi dinheiro do FNDE. Se contarmos com esse dinheiro, esse valor dobra. No ano passado, foram R$ 5 milhões em fardamentos. Até então, elas eram vendidas. O Estado nunca havia distribuído fardamento para os alunos. Estamos focados no futuro, acreditando que é possível e construindo essa nova realidade”, revelou Barbosa.

 

Na cerimônia, além do governador Renan Filho e do secretário Luciano Barbosa, as professoras responsáveis por programas de incentivo ao ensino de qualidade, melhoria nos índices de aprovação no Enem e ela melhoria da qualidade da alimentação escolar, receberam homenagens pelos serviços prestados à educação em Alagoas.

Artigos relacionados
ALAGOAS

Alagoas é destaque em revista internacional voltada para o setor do turismo

Alagoas é destaque na atual edição da revista “Unquiet” especializada no turismo de alto padrão. Com o título “Viagem ao…
ALAGOAS

Setur-AL promove Destino Alagoas em evento mundial de Cruzeiros

O Governo do Estado, convidado pela Embratur e por meio da Secretaria do Turismo de Alagoas (Setur), está promovendo o…
ALAGOAS

IMA e Setur monitoram branqueamento de corais na costa de Alagoas

O Instituto do Meio Ambiente de Alagoas, por meio do Gerenciamento Costeiro (Gerco), realizou uma expedição na Piscina do Amor,…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :