Notícias

BNB reunirá empresários para anunciar R$ 700 milhões em recursos do FNE

Dirigentes das entidades de classe da Indústria (Fiea), Comércio de Bens e Serviços (Fecomércio), Agricultura e Pecuária (Faeal), da Associação Comercial e de diversos outros segmentos econômicos participam, na próxima quinta-feira 13, na Casa da Indústria Napoleão Barbosa, no Farol, de uma reunião com autoridades do Ministério do Desenvolvimento, da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e do Banco do Nordeste (BNB). No encontro, os empresários alagoanos serão informados sobre a disponibilidade, no próximo ano, de recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE).

“Há normas técnicas que devem ser seguidas, mas a disponibilidade de recursos é ampla. Teremos mais de R$ 700 milhões só para Alagoas”, revelou o superintendente do BNB/Alagoas, Pedro Ermírio Freitas Filho.

Na manhã desta quarta-feira, 5, ele se reuniu com os presidentes da Federação da Indústria, José Carlos Lyra de Andrade, e do Sindicato da Indústria da Construção (Sinduscon), Alfredo Brêda, reforçando o convite para a reunião.

“Representantes de todos os segmentos produtivos estão convidados. Vamos discutir quanto será disponibilizado por cada setor”, disse o superintendente. Segundo Pedro Ermírio, a reunião, que acontece em todos os estados do Nordeste, é um canal aberto para que os empresários apresentem suas demandas e as dúvidas que tenham em relação ao FNE.

O Fundo, lembrou, é um dos principais instrumentos de financiamento ao setor produtivo, destinado a contribuir para o desenvolvimento econômico e social do Nordeste. Os recursos são distribuídos por meio do BNB, uma instituição financeira federal de caráter regional.

“É uma excelente oportunidade de conhecermos em detalhe a política de financiamento do FNE, de discutirmos a necessidade de operações mais ágeis, além de estreitarmos as relações com as instituições públicas de nossa região”, disse José Carlos Lyra. O empresário destacou a importância dos financiamentos para o setor da construção, segmento impulsionador de diversas outras atividades econômicas. “É uma das cadeias produtivas mais importantes da economia”, completou o presidente da Fiea.

Os financiamentos podem variar de 70% a 100%, de acordo com porte/tipologia, finalidade e o espaço geográfico onde será instalado o empreendimento. Também participaram da reunião na Federação das Indústrias, o vice-presidente da entidade, José Nogueira Filho, o 1º secretário, empresário Alberto Cabús, e o gerente do BNB/Centro, Wesley Cordeiro.

Artigos relacionados
Notícias

ANAC aprova o fim do uso de categorias de registro de aeronaves

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) publicou a Resolução nº 739/2024, de 21 de março, que extingue o conceito…
Notícias

MTur está com vagas abertas para curso de Condutor Náutico

Ministério do Turismo está com vagas abertas para o curso de Condutor de Turismo Náutico, realizado em parceria com a…
Notícias

Catedral de Notre Dame define data de reabertura

Uma Catedral de Notre Dame restaurada, severamente danificada no incêndio de abril de 2019, reabrirá diariamente para visitantes individuais, das…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :