Notícias

Servidores federais terão direito a banco de horas para compensar extras

Servidores públicos federais terão direito a banco de horas para compensar extensão de jornada. Atualmente, não há nenhuma compensação quando é necessário esticar o horário de trabalho.

A previsão está em uma instrução normativa elaborada pelo Ministério do Planejamento e que deve ser publicada ainda esta semana no “Diário Oficial da União”.

A mudança não prevê pagamento pelas horas extras. Com isso, explicou uma fonte do Ministério do Planejamento, a novidade não vai gerar nenhum custo extra para a União.

Segundo uma fonte da pasta, atualmente, alguns chefes podem se sentir constrangidos ao pedir que um funcionário fique até mais tarde para terminar um trabalho, já que não há compensação pelas horas trabalhadas a mais.

Sobreaviso

A adesão ao novo sistema deve ser feita pelo órgão e é opcional. Para a implementação do banco de horas, o Planejamento vai ofertar o Sistema de Controle Eletrônico Diário de Frequência (SISREF).

Outra mudança da instrução normativa vai permitir que o servidor acumule no banco de horas o que trabalhar durante o período de sobreaviso.

Artigos relacionados
Notícias

Autoridade de aviação civil de Singapura e ANAC assinam memorando sobre segurança operacional

Foi assinado o Memorando de Entendimentos (MoU, na sigla em inglês) entre a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e…
Notícias

Embratur discute Projeto de Lei que regulamenta programas de milhagens aéreas

O presidente da Embratur, Marcelo Freixo, recebeu a visita do deputado federal Amom Mandel (Cidadania-AM), autor do Projeto de Lei…
Notícias

Operação de voos domésticos na região Norte por empresas aéreas sul-americanas é apoiada pelo MTur

O projeto de lei que permite a operação de voos domésticos por empresas aéreas sul-americanas na região Norte do Brasil…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :