Notícias

Sem elucidação, polícia diz que morte de agropecuarista é de grande complexidade

O delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, atribuiu a demora para elucidação do assassinato do agropecuarista Cristóvão Rodrigues da Silva ao fato do caso ser considerado de grande complexidade. A vítima foi morta há mais de um ano e o inquérito já passou por duas comissões de delegados.

“O caso não está parado é que é de grande complexidade. A direção cobra a elucidação desse caso aos delegados, também de outros crimes que já ocorreram”, afirma a assessoria de comunicação da Polícia Civil.

A morte do agropecuarista aconteceu há mais de um ano e segue sem elucidação. O caso parou na falta de comprovação da autoria intelectual, que há nove meses chegou a ser anunciada como elucidada pela própria Polícia Civil em entrevista coletiva à imprensa.

Em agosto de 2017, uma comissão foi designada pelos delegados Mário Jorge Barros, Guilherme Iusten e Vinicius Ferrari e a outra, instalada este ano, presidida pelo delegado Thiago Prado, com apoio de outros dois colegas.

O agropecuarista Cristóvão Rodrigues da Silva tinha 61 anos e desapareceu em agosto do ano passado. O corpo dele foi localizado meses depois – ainda em 2017 – dentro de um carro carbonizado na Fazenda Santa Terezinha, no município do Pilar.

Familiares cobraram Justiça durante sepultamento do agropecuarista

FOTO: FELIPE BRASIL

 

Artigos relacionados
Notícias

Embratur abre edital para credenciamento de tradutores juramentados e simples

A Embratur está com edital aberto para credenciamento de tradutores juramentados e literários/simples. O certame servirá para que a Agência…
Notícias

Passagens aéreas para o Rio Grande do Sul podem ser remarcadas ou reembolsadas gratuitamente

Passageiros que precisarem remarcar voos comprados com destino final para o Rio Grande do Sul não precisarão pagar valores adicionais…
ALAGOASNotícias

Governador destaca vocação turística de Alagoas em reunião com a União Europeia

Wendel Palhares / Agência Alagoas A vocação turística de Alagoas e o potencial para investimentos em energias renováveis foram temas…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :