Notícias

Sem elucidação, polícia diz que morte de agropecuarista é de grande complexidade

O delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, atribuiu a demora para elucidação do assassinato do agropecuarista Cristóvão Rodrigues da Silva ao fato do caso ser considerado de grande complexidade. A vítima foi morta há mais de um ano e o inquérito já passou por duas comissões de delegados.

“O caso não está parado é que é de grande complexidade. A direção cobra a elucidação desse caso aos delegados, também de outros crimes que já ocorreram”, afirma a assessoria de comunicação da Polícia Civil.

A morte do agropecuarista aconteceu há mais de um ano e segue sem elucidação. O caso parou na falta de comprovação da autoria intelectual, que há nove meses chegou a ser anunciada como elucidada pela própria Polícia Civil em entrevista coletiva à imprensa.

Em agosto de 2017, uma comissão foi designada pelos delegados Mário Jorge Barros, Guilherme Iusten e Vinicius Ferrari e a outra, instalada este ano, presidida pelo delegado Thiago Prado, com apoio de outros dois colegas.

O agropecuarista Cristóvão Rodrigues da Silva tinha 61 anos e desapareceu em agosto do ano passado. O corpo dele foi localizado meses depois – ainda em 2017 – dentro de um carro carbonizado na Fazenda Santa Terezinha, no município do Pilar.

Familiares cobraram Justiça durante sepultamento do agropecuarista

FOTO: FELIPE BRASIL

 

Artigos relacionados
Notícias

Cartilha dá dicas para turistas em viagens de carro

Os ministérios da Justiça e do Turismo lançaram uma cartilha que pretende ajudar os turistas, enquanto consumidores, que fazem uso…
Notícias

Seminário discute Corredor Bioceânico para integração da América do Sul

Um encontro iniciado, ontem, em Campo Grande (MS), com representantes do Paraguai, Argentina, Chile e Brasil discutirá a “Integração dos…
Notícias

Recife: Secretaria de Turismo inova com exibição de miniwebsérie e inclusão

Uma forma divertida de encantar os moradores do Recife e atrair a atenção dos turistas foi o mote que impulsionou…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Enter Captcha Here :