ALAGOAS

Governo de Alagoas entrega Escola Manoel André ampliada em Arapiraca

Texto de Ana Paula Lins e Fabiana de Mutiis

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) promove nesta quarta-feira (22), a partir das 9h, a entrega de mais uma escola estadual recuperada para melhor atender a comunidade escolar. Desta vez a contemplada é a Escola Estadual Manoel André, em Arapiraca, que recebeu melhorias que beneficiam 1.226 alunos matriculados nos ensinos Fundamental II (6º ao 9º ano), Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Um presente antecipado para a unidade que, no próximo mês, completa 59 anos de existência.

 

A unidade de ensino – que leva o nome do fundador da cidade – recebeu reparos e ampliação, que inclui, dentre outros serviços, construção de mais três salas (sala de vídeo, sala de leitura e mais uma sala de aula), construção de pátio coberto e serviços de retelhamento, pintura e recuperação da parte elétrica e hidráulica. As salas também ganharam aparelhos de ar condicionado.

Thiago Henrique

“Somos a única escola a ofertar Ensino Fundamental II e Ensino Médio na região e atendemos aproximadamente cinco bairros. Até então, tínhamos uma escola apenas com salas de aula, um pátio apertado, mas, agora, com a reforma, temos novos espaços para reforçar a aprendizagem, a exemplo de laboratórios e biblioteca. Isso fará com que reforcemos ações que já desenvolvíamos. Além disso, nossos alunos também terão melhores condições de praticar Educação Física e ganhamos espaço para montar uma sala de recursos para fortalecermos o atendimento a estudantes com deficiência”, conta a diretora Adriana da Silva.

Uma nova escola – A comunidade escolar é unânime ao falar dos benefícios que a obra trouxe à unidade de ensino. “Uma escola bonita e confortável são estímulos para o aprendizado do aluno, que passa a valorizar mais o ambiente escolar. Onde hoje temos um pátio coberto, antes, era só areia. Isso fez uma grande diferença. Agora, nossos estudantes têm mais facilidade e mais prazer de vir para escola. Além disso, após a reforma, a procura por vagas também aumentou”, relata a coordenadora pedagógica Maria Edna da Costa Silva.

A professora de Química Magnólia Conceição diz que a obra também potencializou uma tradição já existente na escola: os projetos de ciências da natureza. “Antes, não tínhamos como promover aulas prática, pois o laboratório não funcionava em um espaço adequado. Agora, poderemos desenvolver melhor nossas atividades e isso é gratificante”, afirma Magnólia.

Thiago Henrique

A estudante Mayara Agostini também aprovou as mudanças. “A escola precisava muito de reforma. Ganhamos um ambiente melhor, salas mais ventiladas e nossos banheiros agora têm espelhos”, comemora a garota, aluna da 2ª série do Ensino Médio.

Artigos relacionados
ALAGOAS

Secretário Marcus Beltrão solicita ANAC revogação de portaria

Diante da Portaria 6.168, da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), que rege sobre a proibição da ampliação de voos…
ALAGOASDestaques

Exposição fotográfica dos destinos turístico de Alagoas no metrô de São Paulo atrai milhares de pessoas

A exposição fotográfica dos destinos turísticos de Alagoas nas estações do metrô de São Paulo vai para sua terceira semana,…
ALAGOASGASTRONOMIA

Festival Sabores de Alagoas reúne gastronomia, cultura e artesanato

Gastronomia local, cultura alagoana e artesanato. O melhor de Alagoas estará reunido na 5ª edição do Festival Sabores de Alagoas,…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :