ALAGOAS

Governador Renan Filho abre a 37ª edição da Expo Bacia Leiteira em Batalha

Texto de Severino Carvalho

O governador Renan Filho abriu, nesta quarta-feira (2), em Batalha, no Sertão alagoano, a 37ª edição da Expo Bacia Leiteira, que acontece até o sábado (5), no Parque de Exposições Mair Amaral. O evento reúne criadores de Alagoas e de outros estados, com uma programação diversificada: palestras, cursos, torneios leiteiros, exposição de produtos, animais, além de um espaço gastronômico e shows musicais.

A 37ª edição da Expo Bacia Leiteira é promovida pelo Governo de Alagoas, por meio da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri), Prefeitura de Batalha e Associação dos Criadores de Alagoas (ACA). Renan Filho destacou a importância econômica e cultural do evento.

Márcio Ferreira

“Esse é um dos eventos mais tradicionais de Alagoas, que dialoga diretamente com a atividade econômica dessa região e com a vida das pessoas daqui. É uma satisfação enorme para o Governo do Estado ser parceiro de uma festa como essa e criar as condições, junto com a prefeitura, para que a produção de leite da região seja estimulada”, declarou o governador.

Márcio Ferreira

Ao lado da prefeita de Batalha, Marina Dantas, do deputado estadual Paulo Dantas e do presidente da Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas (CPLA), Aldemar Monteiro, Renan Filho visitou estandes e participou da inauguração da Casa do Agricultor Familiar de Alagoas, pertencente à Cooperativa.

Marina Dantas revelou que a expectativa é das melhores para esta edição da Expo Bacia Leiteira. “Vamos receber aqui pessoas de vários Estados, que vão prestigiar essa grande festa. O parque foi todo revitalizado e conta com uma estrutura maravilhosa para receber a todos”, declarou a prefeita.

Cadeia produtiva

Renan Filho lembrou que o Governo de Alagoas tem colaborado com o fortalecimento da cadeia produtiva do leite. Ele recordou, ainda, que o Estado criou uma área de livre-comércio com Sergipe e a Bahia, a partir da suspensão do lançamento do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) nas remessas de leite in natura para industrialização nesses dois estados.

Márcio Ferreira

“Estamos batalhando para fazer o mesmo com Pernambuco. Isso vai ampliar as possibilidades de venda do produto local, aumentar a rentabilidade para o produtor e garantir um equilíbrio necessário ao mercado que, às vezes, vive momentos de dificuldades”, acrescentou.

Ao deputado estadual Paulo Dantas, o governador pediu que – como produtor e representante político da região – acompanhe o projeto de lei enviado à Assembleia Legislativa no dia 26 de setembro que, uma vez aprovado, cria a legislação estadual de fiscalização de produtos de origem animal.

“Essa legislação permitirá que o Estado dê passos importantes na adesão ao SISBI (Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal). Isso permitirá que os laticínios, que hoje operam com o SIE (Estadual) e o SIM (Municipal),

possam vender para qualquer local do país, criando mais um canal de comercialização muito importante, porque Alagoas é um grande produtor de leite, mas não consome tudo o que produz”, explicou o secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, Silvio Bulhões, que também prestigiou a abertura da Expo Bacia Leiteira.

Artigos relacionados
ALAGOAS

Visita técnica inicia trabalho colaborativo para requalificação da Serra da Barriga em União dos Palmares

Uma equipe representando diversos órgãos do Governo Federal, Governo de Alagoas, Prefeitura Municipal e Universidade Federal de Alagoas (Ufal) deu…
ALAGOAS

Crédito do Trabalhador: um ano de conquistas para os microempresários do turismo alagoano

Uma das principais atividades econômicas do estado, sinônimo de transformação social através da geração de emprego e renda, o turismo…
ALAGOAS

Capital alagoana é o segundo destino nacional mais buscado para as férias de julho

O Destino Alagoas segue na preferência dos viajantes brasileiros. Em pesquisa divulgada pela Decolar, agência de viagens líder da América…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :