Notícias

Empresa oferece navios para servir de hospitais

 

A companhia de navios de cruzeiros Carnival Corporation está oferecendo seus navios de cruzeiro para serem usados ​​como hospitais flutuantes temporários, já que o surto de coronavírus deve reduzir as instalações médicas, estimando que um navio possa acomodar até 1.000 quartos de hospital.

 

A empresa de cruzeiros, cujas marcas incluem Carnival Cruise Line, Holland America Line e Princess Cruises, disse em comunicado que seus navios podem ser usados ​​para casos que não sejam o COVID-19, liberando hospitais para tratar pessoas com o vírus.

 

“Este é um momento de vital importância para o nosso país e para aqueles ao redor do mundo, então queríamos ajudar oferecendo nossos navios de cruzeiro para servir como hospitais temporários sempre que necessário”, disse o porta-voz do Carnaval Roger Frizzell à Travel + Leisure. 

 

Atualmente, a empresa identificou de 10 a 15 navios que poderiam ser usados ​​para esse fim, mas podem adicionar mais conforme a necessidade, acrescentou.

A oferta vem como muitas linhas de cruzeiro interromperam temporariamente as travessias, incluindo a Princess Cruises .

 

“Com a expectativa de que o COVID-19 continue a exercer pressão adicional sobre os serviços de saúde em terra, incluindo uma possível escassez de leitos hospitalares, a Carnival Corporation e suas marcas estão pedindo aos governos e autoridades de saúde que considerem o uso de navios de cruzeiro como instalações de saúde temporárias para tratar pacientes não-COVID-19, liberando espaço adicional e expandindo a capacidade em hospitais terrestres para tratar casos de COVID-19 ”, disse a companhia de cruzeiros no comunicado.

 

 

De acordo com a Carnival Corporation, os navios podem ser “rapidamente convertidos” e dispositivos remotos de monitoramento de pacientes podem ser instalados para funcionar usando a rede de alta velocidade do navio. Os quartos individuais têm banheiros e varandas privadas para o ar fresco.

 

Cada navio também tem capacidade para até sete unidades de terapia intensiva, ou UTIs, no centro médico do navio. Aqueles são equipados com máquinas como ventiladores, de acordo com a empresa de cruzeiros.

 

Artigos relacionados
Notícias

Comissão analisará contribuições da sociedade para aprimorar transporte aéreo de pets

Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e o Ministério de Portos e Aeroportos (MPor) lançaram uma comissão multidisciplinar para avaliar as demandas…
Notícias

Turismo na Bahia cresceu 7,3% no primeiro trimestre

O volume das atividades turísticas na Bahia cresceu 7,3%, no primeiro trimestre de 2024, em relação ao mesmo período de…
Notícias

Número de voos em Canoas é ampliado de 49 para 87 frequências semanais

Com vistas a aumentar a conectividade aérea no Rio Grande do Sul após o fechamento do Aeroporto Salgado Filho, em…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :