ALAGOAS

Sociedade de Medicina de Alagoas reforça alerta para isolamento social

Acatar a recomendação governamental para ficar em casa nunca foi tão importante quanto agora. A avaliação unânime entre pesquisadores e autoridades médicas e da área de saúde no combate ao novo coronavírus ganhou reforço da Sociedade de Medicina de Alagoas (SMA), a partir de nota emitida na última sexta-feira (10).

“A Sociedade de Medicina de Alagoas, entidade médica mais antiga do estado, fundada em 1917 e filiada a Associação Médica Brasileira (AMB), expressa, por meio desse comunicado, seu irrestrito apoio ao isolamento social como medida sanitária, imprescindível, para conter a epidemia”, diz o texto assinado pelo presidente da instituição, o médico Fernando Antônio Gomes de Andrade.

O endosso da instituição centenária à orientação se junta ao crivo dos especialistas. “É importante que a população não subestime o poder de disseminação do Covid-19. Devemos estar atentos ao fato de que a contaminação é muito fácil, podendo ocorrer, por exemplo, através de gotículas expelidas pela boca durante um espirro, tosse e mesmo a fala”, explica o prof. Dr. Daniel Gitaí, pesquisador do Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde (ICBS) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Na linha de frente da batalha contra a pandemia, o infectologista Fernando Maia integra o Grupo de Enfrentamento ao Covid-19 em Alagoas. Apesar de a maioria das pessoas já estarem cientes e informadas, ele salienta porque o confinamento é a melhor prevenção. “Porque evita as duas principais maneiras de contágio do vírus, que são a respiratória e o contato direto das mãos contaminadas com os olhos, nariz e boca”, reitera. “É por isso que a Organização Mundial de Saúde, o Ministério da Saúde e as secretarias de Saúde têm reforçado a importância do distanciamento social, com vistas a diminuir o pico da pandemia e ganhar tempo para o fortalecimento da assistência aos pacientes”.

A seu lado, a colega infectologista Luciana Pacheco, diretora médica do Hospital Helvio Auto, lembra a importância em seguir as recomendações de higiene pessoal e do ambiente onde moram e trabalham e, de modo claro e objetivo, sentencia: “Mantenham o isolamento social e evitem aglomerações!”.

Para o prof. Dr. Marcelo Duzzioni, responsável pelo Laboratório de Neurofarmacologia e Fisiologia Integrativa (LNFI) do ICBS/Ufal e integrante do grupo de pesquisadores que voluntariamente atuam no combate ao novo coronavírus, medidas sociais e de saúde pública são a melhor forma de prevenção e controle da doença.

“Cada cidadão deve fazer a sua parte pensando na coletividade. Além disso, precisamos que nossos governantes ouçam os diferentes segmentos da sociedade na tomada de decisão, mas especial atenção deve ser dada as evidências científicas vindas da Organização Mundial de Saúde e das diferentes entidades de Saúde”, considera.

Confira aqui a nota da entidade.

Artigos relacionados
ALAGOAS

Nordeste Arretado é lançado em roadshow em Maceió

A campanha Nordeste Arretado – que apresenta uma nova forma de explorar os destinos turísticos de Alagoas, Pernambuco, Paraíba e…
ALAGOAS

Apoiado pelo programa Alagoas Feita À Mão, artesão é destaque na arte do Estado

Trabalhando na roça desde muito cedo, Jasson, nascido e criado em Belo Monte já era artesão mesmo antes de saber…
ALAGOAS

Alagoas realiza ação de divulgação do novo portal promocional turístico

Para promover o novo portal promocional do Destino Alagoas e alegrar o dia dos turistas que estão visitando o estado,…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :