Notícias

Governo vai construir duas UPAS e centro para atender população em situação de rua

O governador Renan Filho anunciou nesta terça-feira (05) a construção de mais duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAS) em Maceió. Após o início das obras, os equipamentos devem ficar prontos em até 100 dias e poderão ser utilizados para o controle da pandemia do novo coronavírus..

“Vamos abrir processo para a contratação e construção de duas novas UPAS, em modelo construtivo rápido. Não serão iguais ao hospital de campanha, demoram um pouco mais, entre 90 e 100 dias”, explicou.

Renan Filho também anunciou a construção de um centro de atenção e cidado a pessoas em situação de rua e de alta vulnerabilidade social na capital. A estrutura será gerida pela Secretaria de Estado e da Assistência Social (Seades). “Trata-se de uma iniciativa adotada pelos governos do Paraná e de Pernambuco. Nós pegamos essa boa ideia e vamos fazer aqui também”, revelou.

O Governo do Estado já construiu em Maceió, com recursos próprios, duas Unidades de Pronto Atendimento, que foram entregues e funcionam nos bairros do Jacintinho e Tabuleiro do Martins.

Reforço

Para reforçar o combate à pandemia provocada pelo novo coronavírus em Alagoas, o governador informou que as obras de construção do hospital de campanha no Centro de Convenções de Maceió começam nesta quarta-feira (6).

“Trata-se de um equipamento muito importante, que terá 150 novos leitos clínicos e atuará juntamente com o Hospital da Mulher no combate à Covid-19. Estamos trabalhando duro para entregar funcionando um hospital de campanha em 10 dias”, assegurou.

O governador lembrou, ainda, que determinou emergencialmente, em decorrência da pandemia, a antecipação da entrega das obras do Hospital Metropolitano, que será inaugurado no dia 15 de maio, e dos hospitais regionais da Zona da Mata, em União dos Palmares; do Norte, em Porto Calvo; e do Alto Sertão, em Delmiro Gouveia.

“Já entregamos a recuperação do Hospital Ib Gatto, em Rio Largo, que já está oferecendo  leitos exclusivos para tratamento da Covid e eu espero, nos próximos dias, entregar o Hospital Regional da Mata e do Norte. A gente vê por aí Estados construindo muitos hospitais de campanha. O cidadão sabe: o hospital de campanha, depois da pandemia, não fica, mas esses novos hospitais vão ficar para continuar atendendo os alagoanos em saúde pública”, finalizou.

Artigos relacionados
Notícias

Abertas as inscrições do curso em autismo e inclusão para profissionais de turismo

O Ministério do Turismo abriu inscrições para a 2ª edição do curso gratuito “Autismo, Acessibilidade e Inclusão”, realizado em parceria…
Notícias

Destinos de natureza brasileiros têm recorde de visitação em 2021

Após um ano de retomada gradual das atividades turísticas, alguns destinos de natureza do país registraram recorde de visitação em…
Notícias

Pesquisa mostra que população é favorável ao "passaporte de vacinação.

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha e divulgada nesta segunda-feira (17) aponta que 81% dos entrevistados são a favor da…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :