Geral

Auxílio aquece comércio

Algumas atividades comerciais tiveram um aquecimento em maio, mesmo sendo proibida a abertura, mas no sistema delivery, segundo comerciantes procurados por nossa coluna. O leve aquecimento da atividade, segundo os empresários, se deve a injeção dos recursos do auxílio financeiro, que vem sendo liberado pelo Governo Federal. Em alguns pequenos municípios, essa movimentação comercial é acentuada porque em 80% deles, a dependência é total das atividades da prefeitura, que não têm arrecadação própria e sobrevivem dos repasses constitucionais, como o Fundo de Participação dos Municípios e ICMS. Segundo os comerciantes consultados, a grande expectativa é quanto ao dia dos namorados, onde já se registra um aumento de pedidos de compras para entrega em residência. O mesmo se nota com restaurantes que estão sendo consultados sobre entrega de jantares. Os canais mais utilizados são as ferramentas digitais com WhatsApp e divulgação por redes sociais, com reforço em veículos de comunicação convencionais. Esta nova forma de vender “sem um ponto comercial”, deverá se fixar na nova realidade pós pandemia. Esse pequeno aquecimento significa, que mesmo com a recessão econômica, os brasileiros encontram a criatividade para vender nas datas comemorativas, entretanto, a grande expectativa é quanto o retorno à normalidade com a abertura das casas comerciais. Muitos empresários disseram que não sabem como vão manter as portas abertas, já que não têm capital de giro e o crédito, tão divulgado pelo governo federal, foi negado pelos bancos.

Penedo/injeção

Em Penedo, o auxílio financeiro injetou na economia local cerca de R$ 7 milhões. Antes da pandemia os Programas sociais como Bolsa Família trazia para o município cerca de R$ 1.7 milhões. Com o auxílio do Governo Federal esse valor foi cresceu mais de quatro vezes chegando a mais de R$ 9 milhões. O município também está realizando obras no valor de R$ 30 milhões.

Craíbas

Moradores de Craíbas denunciam que as barreiras sanitárias no município não estão funcionamento corretamente, já que não estão parando os veículos para tomar a temperatura das pessoas que entram na cidade. Craíbas tem uma grande movimentação de veículos já que está localizada bem próxima a Arapiraca. E o número de casos só tem crescido. No último boletim já conta 101 casos e está entre os 30 primeiros. Um absurdo.  

Arapiraca/Cultura

A Prefeitura de Arapiraca iniciou o cadastramento de todos os profissionais que fazem parte da cadeia produtiva da cultura no Município para mapear os artistas e se adiantar na questão do Projeto de Lei 1075/2020, aprovado no dia 26 de maio pela Câmara dos Deputados e no Senado.

Arapiraca/Cultura 2

Serão adotadas políticas públicas voltadas para a cultura, principalmente nesse período de paralisação das atividades por causa da Covid-19. O projeto prevê, entre outros benefícios, o auxílio emergencial àqueles que tiveram suas vidas impactadas pela pandemia. E, entre as atividades necessárias para a aplicação dos recursos, a partir do momento em que o projeto for aprovado, está o cadastramento cultural.

Arapiraca/recuperação

O “Tem Prefeitura, Tem Trabalho Acontecendo”, projeto que percorre bairros do município semanalmente oferecendo diversos serviços de infraestrutura iniciou, segunda-feira (8), nas comunidades rurais de Pau D’arco, Bálsamo, Alazão e Taquara. A ação vai manter a prefeitura perto da população e beneficiar a todos com o acesso mais rápido a diversos serviços mesmo neste cenário de total anormalidade devido ao covid-19.

Arapiraca/recuperação 2

A coleta do lixo também será facilitada, já que com as constantes chuvas, as condições das estradas têm dificultado inclusive o acesso dos caminhões de lixo. O mutirão percorrerá todas as vias não pavimentadas do Pau D’arco e povoados da região. A revisão total da iluminação pública e a limpeza e capinação de ruas, terrenos públicos, praças, pintura de meio fio e recolhimento e entulhos também serão realizadas.

Porto de Pedras

O deputado federal Severino Pessoa atendeu ao pedido do prefeito de Porto de Pedras, Henrique Vilela, e destinou cerca de R$ 1,1 milhão para ser investidos em melhorias nas atividades da saúde. O município é um polo de turismo e pesca do Litoral Norte e os recursos vão ajudar no custeio das ações de saúde, neste momento de pandemia do convid-19.

Maragogi/Mergulho

As atividades de mergulho nas piscinas naturais têm desde abril novas regras, que são consideradas tão rigorosa que praticamente impede a prática dessa atividade para o turismo de lazer. A regras cobram certificados internacionais que os trabalhadores dessa prática com os turistas não têm condições financeiras para obter esses diplomas.

Maragogi/Mergulho 2

O prefeito Sérgio Lira, através da Secretaria de Meio Ambiente, enviou ofício a Presidência do ICMBIo, em Brasília, pedindo uma retificação em alguns itens da Instrução Normativa. Sem essas alterações o mergulho para o turismo de lazer está proibido. A expectativa é quer as mudanças ocorram antes da reabertura das atividades turísticas.

Artigos relacionados
Geral

Cruzeiros voltam a operar no Brasil a partir do próximo sábado

Após nova avaliação do cenário epidemiológico de Covid-19 no país, temporada tem sinal verde e segue até 18 de abril…
Geral

Embratur participa do II Fórum Luso-Brasileiro de Turismo e Negócios

Nesta terça-feira (23/11), a Embratur (Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo) participou do II Fórum Luso-Brasileiro de Turismo e…
Geral

Prefeitura de Piranhas e IFAL ofertam cursos de qualificação profissional para mulheres em situação de vulnerabilidade social

Cerca de 50 mulheres, assistidas pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de Piranhas, estão participando dos cursos de…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Enter Captcha Here :