ALAGOAS

AL aumenta matrículas de alunos com deficiência e EJA e reduz taxas de analfabetismo

Alagoas registrou redução nas taxas de analfabetismo e aumento nas matrículas de Educação Infantil, Educação de Jovens e Adultos (EJA), Educação Especial e oferta de Ensino Integral. O estado também aumentou a inclusão de estudantes com deficiência em classes comuns – associado ao Atendimento Educacional Especializado, o AEE. Os dados são, respectivamente, da Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílios (PNAD), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e do Censo Escolar 2019 publicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

De acordo com dados do PNAD, o estado registrou redução nas taxas de analfabetismo a partir dos 15 anos de idade entre os anos de 2016 e 2019, passando de 19,4% para 17,1% para pessoas a partir de 15 anos; 20,9% para 18,3% para pessoas acima de 18 anos; 24,6% para 21,2% para os maiores de 25 anos; 33% para 28,9% para pessoas acima de 40 anos e de 46,1% para 41% para os maiores de 60 anos.

EJA e Educação Infantil – Concomitantemente à redução das taxas de analfabetismo, o estado também teve aumento das matrículas da EJA, com a retomada dos estudos para um público que estava afastado da sala de aula. Segundo dados do Censo Escolar 2019, o número de matrículas da EJA cresceu 7,2% de 2015 a 2019, saindo de 113.228 em 2015 para 121.408 matrículas no ano passado. No que concerne à distribuição das matrículas, as redes municipais concentram 91,4% das matrículas do EJA Fundamental, seguido por 7,8% da rede estadual, enquanto, na etapa de nível médio, a rede estadual reúne 97,5% das matrículas seguidas por 1,4% da rede federal.

Além disso, obteve aumento nas matrículas da Educação Infantil, que cresceram 13,6% de 2015 a 2019, contabilizando 131.1619 alunos. Esse crescimento decorre do aumento das matrículas em creche, segundo o Censo Escolar.

Ensino Integral – Ainda segundo o Censo 2019, o estado registrou dados positivos no Ensino Integral e Educação Especial. 

De acordo com o levantamento do Inep, dentre os matriculados no ensino médio, em 2019, 11% estudam em escolas no formato de Ensino Integral, permanecendo sete horas ou mais na escola. Em 2018, esse percentual era de 9,1%. O maior aumento foi registrado na rede pública, que cresceu em 10,7 pontos percentuais – passando de 2,0 em 2015 para 12,7 em 2019.

 A rede estadual concentra o maior percentual de alunos do ensino médio matriculados no tempo integral (o equivalente a 13,2%), seguida pela rede federal com 6,9%. Esses números se explicam pelo aumento da oferta do Ensino Integral pelo Governo de Alagoas, saindo de zero em 2015 para 62 em 2020 – destas 62, 51 ofertam o ensino médio.

Inclusão – Já no que concerne à Educação Especial, o estado apresentou aumento de 47,4% no número de matrículas entre 2015 e 2019, totalizando 23.152 matriculados em 2019. Deste quantitativo, o aumento mais significativo de matrículas ocorreu na modalidade ensino médio, com crescimento de quase 115%, passando de 3.845 alunos em 2015 para 6062 em 2019.

No que diz respeito ao percentual de estudantes com deficiência, transtornos de espectro autista e altas habilidades de 4 a 17 anos incluídos em classes comuns e com acesso ao AEE, houve um aumento de 12,7 pontos percentuais, passando de 39% em 2015 para 52%. Segundo o Censo Escolar 2019, a rede estadual é a dependência administrativa com o maior percentual de alunos incluídos em salas comuns – todos os seus 3.249 estudantes identificados como alunos com deficiência, transtornos do espectro autista e altas habilidades.

Esses números mostram o estado está cumprindo a meta 4 do Plano Nacional de Educação (PNE), que estabelece que “o acesso à educação básica e ao atendimento educacional especializado, preferencialmente na rede regular de ensino, com a garantia de sistema educacional inclusivo, de salas de recursos multifuncionais, classes, escolas ou serviços especializados, públicos ou conveniados”.

Artigos relacionados
ALAGOAS

Rodovias estaduais e as belezas de Japaratinga são elogiadas por agentes de viagens de São Paulo

A Secretaria Estadual de Desenvolvimento e Turismo (Sedetur), a Azul Viagens, Luck Viagens juntamente e a Associação Brasileira da Indústria…
ALAGOAS

Destino Alagoas é comercializado na Brasil Travel Market

Os principais produtos turísticos do Destino Alagoas estão na vitrine da 10ª edição do Brasil Travel Market (BTM), que acontece…
ALAGOAS

Festas de réveillon em Alagoas prometem agitar o início do Verão

Roteiros especiais, praias deslumbrantes, lagoas, rios, falésias, queimas de fogos e festas inesquecíveis. Para celebrar a chegada de 2022, Alagoas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :