Notícias

Justiça manda fechar bares e restaurantes em Maragogi

O presidente da Associação Brasileira da Industria Hoteleira em Alagoas (Abih/AL), André Santos, disse que a decisão da Justiça em acatar o pedido do defensor público Ricardo Melro, anulando o decreto municipal que permitia o funcionamento de bares e restaurantes de Maragogi é um contrassenso da realidade da situação da pandemia no município.

Segundo ele o cenário pandêmico em Maragogi está sob controle com apenas 384 casos confirmadas até o último sábado e apenas 11 óbitos, acarretando até mesmo a desativação do hospital de campanha no município. O acatamento da Justiça ao pedido do defensor público, causou um grande problema de ordem econômica e social no município, segundo o prefeito Sérgio Lira, vereadores e também pequenos empresários, já que foram os principais atingidos pela medida.

Muitos chegaram a pedir dinheiro empresado a terceiros, para comprar alimentos para serem servidos, já que os bancos não estão dando acesso aos pequenos empresários endividados devido a pandemia.

O presidente da ABAV/AL, Carlos Palmeira também lamentou a decisão judicial, dizendo que é preciso se analisar o cenário de cada destino turístico, onde só gestor municipal conhece de perto. Segundo ele, a esperança é que a decisão seja revertida ainda esta semana através de um novo decreto do governador estabelecendo a faixa amarela para os destinos turísticos em Alagoas.

Para a empresária de Maragogi Helaine Carlos, a decisão judicial será cumprida, mas determinação causou frustração. Segundo ainda ela, os turistas que estão em Maragogi, a partir de agora, vão frequentar restaurantes em outros lugares mais próximos que estão com o funcionamento desse estabelecimento abertos, como em São José da Coroa Grande e Rota Ecológica.

A também empresário Dani Pacheco de Japaratinga, se posicionou também afirmando que a decisão afeta a todos os destinos turísticos da região, onde os prefeitos decretaram a abertura dos bares de restaurantes. Segundo Dani Pacheco muitos trabalhadores serão prejudicados se esses estabelecimento continuarem fechados.

Nosso blog tentou ouvir a opinião de quem representa o Costa dos Corais Convention & Visitors Bureau sobre o assunto, mas não obtivemos resposta.

Artigos relacionados
Notícias

Ministro do turismo está trabalhando um entendimento Anac e Aena para liberar aumento dos novos voos para Recife e Maceió

EXCLUSIVO – O ministro do turismo Gilson Machado, em atendimento a nossa redação, declarou que um entendimento está sendo realizado…
Notícias

Segmentos turísticos apresentam melhores resultados em setembro

O que o aeroporto de Brasília (DF), a cidade de Bonito (MS) e a Itaipu Binacional, em Foz do Iguaçu…
Notícias

EXCLUSIVO: Anac informa que adotou "medidas de mitigação" que garantem o aumento de voos para Maceió e Recife.

Em nota enviada à nossa redação a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), informou que “adotou medidas de mitigação dos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :