Notícias

Empresários pedem humanidade a Aena no atendimento ao passageiros em Alagoas

O presidente da Maceió Convention Bureau, Glênio Cedrin, comentou a situação dos horários estabelecidos pela concessionária Aena do acesso dos passageiros ao aeroporto Zumbi dos Palmares. Segundo ele é preciso delinear uma área sinalizada para as pessoas, se a preocupação é com a segurança.

Glênio Cedrin disse que a situação é consequência do baixo número de voos no aeroporto que poderia estar recebendo 50 voos diários e hoje só tem seis, por semana. “Compreendemos a situação empresa que assumiu a administração do aeroporto no início do ano e logo em seguida veio a pandemia”, disse ele. “Mas é preciso adequar a contenção de despesas com o atendimento aos passageiros, que a finalidade de todo negócios”, declarou ele.

“A tendência é que a situação se normalize aos poucos com a volta dos voos que até o final do mês estará com 30% em novembro com 79% e dezembro com 80%. Voltando tudo a normalidade”, disse Glênio Cedrin.

Segurança com caixas

A Secretaria Estadual de Turismo e Desenvolvimento (Sedetur) também se manifestou emitindo uma nota, creditando apoio as medidas tomadas pela concessionária, mas alegando que seriam para atender aos protocolos de saúde. Contudo na Nota de Esclarecimento a concessionária Aena alega “segurança dos caixas eletrônicos”.

 As duas contas alegam questões de segurança: uma com relação pandemia, segundo a Sedetur e a concessionária preocupada com a segurança dos “caixas eletrônicos”.

A Associação Brasileira da Industria Hoteleira em Alagoas (ABIH), através de seu presidente André Santos, disse que a entidade está solicitando a concessionária Aena esclarecimento sobre o acesso ao aeroporto Zumbi dos Palmares.  “Lamentamos o que lemos e vimos no blog meio ambiente e turismo”, disse o presidente.

Para os empresários de turismo toda questão está no fato da Aena economizar recursos durante este período de poucos voos. “Mas isto pode ser feito sem deixar os passageiros na calçada”, disse o empresário Eduardo Clemente, diretor da Abih. Segundo ele é preciso ter mais “humanidade” e tratar bem nossos visitantes”, finalizou.

Artigos relacionados
Notícias

Burocracia pode atrapalhar vinda de trabalhadores estrangeiros para o turismo em Portugal

A Confederação do Turismo de Portugal (CTP) acredita que a legislação que veio alterar o regime jurídico de entrada e…
Notícias

CATs orientam viajantes nos destinos turísticos

Viagem boa é viagem onde o turista está bem-informado. Isso porque, para curtir os destinos com tranquilidade e segurança, é…
Notícias

Unesco e MTur abrem seleção para contratar consultor em Turismo Acessível

O Ministério do Turismo e a Unesco anunciam a abertura da inscrição para contratação de consultoria especializada (pessoa física) para…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Enter Captcha Here :