ALAGOAS

Apicultores recebem treinamento em seleção e produção de abelhas rainhas

Texto de Letícia Cardoso

Pensando em fortalecer as colmeias e aumentar sua produção, a região Serrana dos Quilombos contará com um treinamento de cinco dias, entre teoria e prática, em seleção e produção de abelhas rainhas, destinadas aos apicultores, entre os dias 25 e 29 de setembro. Como resultado, a expectativa é de que os apiários possam ser ampliados, aumentem sua produtividade e, consequentemente, a comercialização.

O curso faz parte da estratégia trabalhada pelo programa Alagoas Maior, coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) em parceria com o Sebrae Alagoas, e leva aos apicultores do estado uma oportunidade de qualificar e otimizar seu trabalho por meio da capacitação.

“Este encontro tratará da inserção de abelhas rainhas em colmeias ociosas que precisam e ainda possam ser recuperadas e repovoadas. Sabemos a importância dessa ação para aumentar a competitividade e consolidar esta atividade, levando também mais informação e qualificação para as regiões”, explica Giselle Mascarenhas, superintendente de Desenvolvimento Territorial e Regional e coordenadora do Alagoas Maior.

Um desses produtores é Jean Ferreira, proprietário do Apiário Zumbi e presidente da Associação dos Apicultores de União dos Palmares (Asaup), que identificou a necessidade dessa capacitação e apresentou para a equipe do programa com a intenção de criar um movimento de crescimento entre os produtores de mel.“Teremos como aprender e ter informações sobre o melhoramento genético das nossas colmeias. O que nós queremos é ter menos volume de abelhas e mais qualidade e produção, o que vai ser ótimo para o nosso negócio”, declara o apicultor.

No período de maior incidência do novo coronavírus em Alagoas, de março a julho deste ano, Jean – que já participa há dois anos das atividades do Alagoas Maior – conseguiu aumentar seu faturamento em 400%.

Com cerca de 25 participantes de cidades como Ibateguara, União dos Palmares, Roteiro, Marechal Deodoro, Porto Calvo, Japaratinga, Maragogi, Matriz do Camaragibe e Estrela de Alagoas, o curso propõe ainda que os produtores possam possam cultivar suas próprias rainhas com critérios técnico-científicos. O objetivo de substituir as com baixa produção e técnicas de ampliação de apiário utilizando utilização mandala, alimentação e manejo para alta produção de própolis e mel.

Artigos relacionados
ALAGOAS

Governo de Alagoas capta voos fretados de Brasília para operações em dezembro

Governo de Alagoas, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), assegurou, durante evento em Brasília, em…
ALAGOAS

Secretário Marcus Beltrão solicita ANAC revogação de portaria

Diante da Portaria 6.168, da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), que rege sobre a proibição da ampliação de voos…
ALAGOASDestaques

Exposição fotográfica dos destinos turístico de Alagoas no metrô de São Paulo atrai milhares de pessoas

A exposição fotográfica dos destinos turísticos de Alagoas nas estações do metrô de São Paulo vai para sua terceira semana,…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :