DestaquesNotícias

Anac divulga situação das companhias aéreas brasileira, que foram beneficiadas com decreto

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgou os indicadores sobre a fluxo o aumento do fluxo aéreo em todo território nacional, desde o segundo semestre do ano passado até hoje. Os números apontam uma redução de 52,5%, ou seja o transporte de 45,2 milhões de passageiros domésticos pagos em comparação a 2019 e o primeiro semestre de 2020, em um cenário de pandemia do covid-19.

O número a princípio pode parecer desanimador, mas se avaliarmos o cenário mundial o Brasil está em uma situação confortável, diante, por exemplo, da Europa que parou praticamente todo seu espaço aéreo. O Brasil é um dos poucos países do mundo em que a aviação civil não perdeu tanto e até teve algumas medidas que asseguraram financeiramente as empresas, como o reembolso em 12 meses. Uma medida, que de certa foram até capitalizou algumas empresas que estavam com problemas de caixa.  



No acumulado do ano, a demanda e a oferta apresentaram redução de 48,7% e 47%, respectivamente, o pior desempenho aferido nos indicadores em mais de uma década. Nos 12 meses do ano, a taxa foi de 80%, o que representa uma retração de 3,2% na comparação com igual período do ano anterior.

DEZEMBRO
Dezembro foi o melhor mês do mercado doméstico desde fevereiro, mês anterior ao decreto da pandemia. Ainda assim, a quantidade de passageiros pagos em voos domésticos no último mês de 2020 foi 5,6 milhões, número 36,4% inferior ao mesmo mês do ano anterior.

O percentual médio de ocupação de aeronaves no mercado doméstico em dezembro passado foi de 81,6%, redução de 2,5% ao apurado no mesmo mês de 2019.

MERCADO INTERNACIONAL
A demanda e a oferta no mercado internacional acumularam queda de 71% e 62,6%, respectivamente, de janeiro a dezembro do ano passado em comparação com igual período de 2019. No último mês de 2020, os indicadores também apresentaram variação negativa quando comparado com o mesmo mês do ano anterior, da ordem de 77,3%, no RPK, e 67,1%, no ASK.

Durante todo o ano de 2020, foram transportados 6,75 mi de passageiros pagos no mercado internacional. O número é 72% menor do que foi registrado no acumulado dos 12 meses do ano anterior. O total de passageiros pagos transportados em dezembro foi 408 mil, valor 80,3% inferior ao que foi apurado no mesmo período de 2019. O indicador apresentou retração nos últimos 17 meses consecutivos.

GOL, LATAM E AZUL
A Gol manteve a liderança na participação do mercado brasileiro, com 38,1% de share, seguida respectivamente por Latam Brasil (33,7%) e Azul (27,7%).

Artigos relacionados
Notícias

Anac monitora possíveis impactos do apagão cibernético ao transporte aéreo no país

Desde que houve o apagão cibernético global nesta sexta-feira, 19 de julho, a Agência Nacional de aviação Civil (Anac) intensificou…
Destaques

Alagoas comemora mais de 4.500 certificados entregues no primeiro ano da Escola de Turismo

O governador Paulo Dantas comemorou, ontem, 18, durante solenidade no Palácio República dos Palmares, o primeiro ano do programa Escola…
Destaques

Brasil fecha o primeiro semestre com 3,6 milhões de turistas internacionais

O turismo brasileiro encerra o primeiro semestre de 2024 com mais uma conquista: a marca de 3.597.239 turistas internacionais visitando…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :