ALAGOAS

Presidente da Câmara Arapiraca, Thiago ML, quer precatórios pagos com correção monetária

O presidente da Câmara Municipal de Arapiraca, Thiago ML, durante a sessão realizada na noite desta terça-feira (11), apresentou requerimento que foi aprovado, solicitando ao prefeito Luciano Barbosa e a secretaria da Fazenda, uma explanação sobre a atual situação do rateio dos recurso oriundos do saldo do remanescente do predatório referente ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB) a que se refere a Lei 3.350 de 9 de agosto de 2019.

O requerimento ainda retrata que o pagamento a ser efetuado aos professores detentores de direito do predatório, seja realizado com a devida correção monetária, atualizado de juros e afins.

Em sua justificativa, o parlamentar lembra que o Poder Legislstivo já aprovou o projeto sobre o pagamento dos precatorios em 2019, tomando até por base, uma discussão a nível nacional.

Thiago ML, ressalta, porém, como os professores já têm 60% do valor gantido, que seja pago com as devidas correções.

O presidente encerrou a sua justificativa, afirmando que espera por parte do Ececutivo, uma resposta satisfatório para que haja uma ampla discussão sobre o assunto.

Vários vereadores parabenizaram a iniciativa do presidente, afirmando que estariam prontos para lutar também pelo direito dos professores.

Artigos relacionados
ALAGOAS

Com aumento de 70%, Alagoas lidera ranking de vendas da CVC no 1º semestre de 2024

O crescimento do turismo em Alagoas tem sido contínuo. Prova disso é que o nosso estado lidera o ranking de…
ALAGOAS

Paulo Dantas solicita liberação de R$ 4, 5 milhões para ampliação do Centro de Convenções de Maceió

O governador Paulo Dantas esteve reunido com o ministro do Turismo, Celso Sabino, na quarta-feira (18), em Brasília, para tratar…
ALAGOAS

Projeto Cine Misa retorna e proporciona imersão na história do audiovisual alagoano

O Museu da Imagem e do Som de Alagoas (Misa), equipamento gerenciado pela Secretaria de Estado da Cultura e Economia…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :