Cotidiano

Alagoas adere ao pacto nacional de implementação dos direitos da pessoa idosa

Alagoas aderiu ao Pacto Nacional de Implementação dos Direitos da Pessoa Idosa (PNDPI). O documento foi assinado nessa quarta-feira , 8, pela titular da pasta de Assistência e Desenvolvimento Social, Fabiana Pessoa. A adesão ao Pacto é o resultado da continuidade de ações efetivas para munir o estado com o suporte necessário ao cumprimento das prerrogativas previstas no compromisso nacional.

Em julho deste ano, o estado, por meio da Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades), já havia demonstrado interesse em aderir ao Pacto. Em seguida, para sua viabilização, foi criado na Seades o Núcleo do Idoso, coordenação estadual que visa apoiar o Conselho Estadual do Idoso (CEI) na execução das políticas públicas voltadas à pessoa idosa. O núcleo é formado por profissionais das áreas da assistência social, psicologia e advocacia.

“Muito importante a entrada de Alagoas no Pacto Nacional voltado aos direitos das pessoas idosas. O estado é sensível às demandas do idoso e se encontra disponível para proceder às atribuições que estão previstas no texto do documento. Formamos um núcleo na Seades para trabalharmos, junto ao Conselho Estadual do Idoso, as políticas que garantam à pessoa idosa os direitos e a proteção social tão necessários nesta fase de vida sensível e significativa”, ponderou Fabiana Pessoa, Secretária de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social.

Cabe ao estado, segundo preconiza o documento, mobilizar os municípios, incentivar a criação de conselhos e a revitalização dos já existentes, efetivar ações que visem à consolidação dos direitos das pessoas idosas, criar e/ou regulamentar o Fundo dos Direitos da Pessoa Idosa estadual e fortalecer a rede de proteção e atendimento ao idoso. 

O Pacto ainda tem em seu escopo, como competência geral, ações que promovam a difusão e implementação da Política Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa – com ênfase no Estatuto do Idoso, Lei nº 10.741, 1º de outubro de 2003 -, e a viabilização de estratégias, que reduzam a violência contra a pessoa idosa, cujas denúncias notificadas, no primeiro semestre de 2021, chegaram a 33,6 mil casos em todo o país.

Foto: Gabriel Martins

Artigos relacionados
Cotidiano

IGPS realiza “MUTIRÃO DE EXAMES LABORATORIAIS” em Branquinha – AL

Na quinta-feira, dia 20, 0 IGPS realizou um “MUTIRÃO DE EXAMES LABORATORIAIS”, em alusão ao “CUIDADO COM OS PÉS DOS…
Cotidiano

Ziane Costa reúne milhares de mulheres em evento do MDB em Delmiro Gouveia

Na noite da última quinta-feira (20/06), a prefeita de Delmiro Gouveia, Ziane Costa (MDB), mais um vez fez história na…
Cotidiano

Comissão da Câmara aprova requerimento sobre emancipação da Ufal Arapiraca

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados aprovou um requerimento de autoria do deputado federal Daniel Barbosa (PP/AL) para…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :