Notícias

MTur contrata consultoria para apoiar desenvolvimento de trilhas de longo curso no Brasil

Ministério do Turismo e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) assinaram contrato com uma consultoria especializada que será responsável por desenvolver um manual com orientações para apoiar a criação, a estruturação e a promoção de Trilhas de Longo Curso no Brasil. A empresa PLANTUC Consultoria Socioambiental foi definida a partir de edital de chamada pública lançado em janeiro pelo MTur, que teve como objetivo fomentar o turismo de natureza no país e fortalecer o diferencial competitivo no Brasil neste segmento.

O manual, que será elaborado em formato digital, deverá contar com dados e informações sobre os aspectos históricos das trilhas de longo curso no mundo e no Brasil, além de estudos e pesquisas secundárias sobre o perfil do público desse segmento. Deverá trazer, ainda, um levantamento das políticas públicas relacionadas ao Sistema Nacional de Trilhas do Brasil bem como as principais potencialidades, desafios e oportunidades para desenvolvimento de produtos turísticos relacionados às Trilhas de Longo Curso.

Aspectos relacionados à governança, sinalização, normas de segurança, serviços turísticos e produção associada ao turismo, estratégias para formatação do produto turístico, marketing e posicionamento de produtos serão os pilares tratados no e-book. A divulgação das informações do manual será feita por meio da realização de uma oficina virtual de capacitação para gestores de trilhas de longo curso, trade turístico e demais atores-chave envolvidos na implementação dos percursos. Estão previstas, ainda, outras duas oficinas para coleta de insumos necessários para elaboração da proposta de metodologia, de forma participativa.

“Nós temos um país imenso, com mais de 2 mil quilômetros de trilhas já registradas junto ao Governo Federal, além de seis biomas incríveis que precisam ser valorizados e conhecidos pelos brasileiros e por turistas internacionais. Então, precisamos unir nossas forças, padronizar estes percursos e desenvolver este segmento, que é a grande aposta desta nova demanda do país”, ressaltou o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

“A partir disso, o MTur busca consolidar as políticas públicas de desenvolvimento do turismo em áreas naturais e reforçar a Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade – RedeTrilhas, instituída por meio da Portaria MMA/MTur/ICMBio nº 407, de 19 de outubro de 2018”, explica o secretário nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, Fábio Pinheiro.

Já a diretora de Inteligência Mercadológica e Competitiva do Turismo, Nicole Facuri, ressalta que “essa iniciativa será fundamental para ampliar e diversificar a oferta turística brasileira, estimular o turismo em áreas naturais e a conservação da biodiversidade, e gerar emprego e renda para as comunidades nas quais os percursos se desenvolvem”.

Raoni Ferreira, coordenador-geral do projeto na PLANTUC Consultoria, afirma que o principal papel da empresa será ouvir, entender e construir em conjunto o manual com todos os diferentes atores envolvidos.

“A gente entende que, a partir das trilhas, temos a possibilidade de colocar em prática vários processos que envolvem desde a geração de emprego, renda, recreação e contato com a natureza, até a conservação, pois grande parte das trilhas de longo curso que temos hoje no país estão integral ou parcialmente em Unidades de Conservação”, comentou. “Então, a gente tem a oportunidade de construir um manual que vai fortalecer a RedeTrilhas e que é um grande ganho para o cenário nacional, no ponto de vista econômico, social e de conservação de recursos naturais, além de ser uma ferramenta para impulsionar o turismo no país ”, completou.

Redetrilhas 

A Redetrilhas tem por objetivo ampliar e diversificar a oferta turística brasileira, de modo a estimular o turismo em áreas naturais, gerar emprego e renda para as comunidades nas quais os percursos se desenvolvem e promover as trilhas de longo curso como instrumento de conservação da biodiversidade. Além disso, busca conferir maior significado aos parques nacionais a partir da criação de rotas turísticas integradas que fortalecem a conexão entre as mais diversas paisagens do Brasil.

desão

As propostas de adesão de Trilhas de Longo Curso à RedeTrilhas devem ser apresentadas ao Ministério do Meio Ambiente em meio físico ou por meio do e-mail redetrilhas@mma.gov.br e podem ser encaminhadas por órgãos públicos, organizações da sociedade civil ou entes privados, de acordo com os requisitos para adesão estabelecidos na Portaria Conjunta MMA/MTur/ICMBio nº 500, de 15 de setembro de 2020.

Artigos relacionados
Notícias

EUA: tarifas aéreas caem 3,6% em maio

Quando ajustadas pela sazonalidade, as tarifas aéreas nos Estados Unidos da América (EUA) caíram 3,6% em maio em relação ao…
Notícias

Atividades turísticas crescem 4,5% em abril

O turismo brasileiro continua registrando alta em seus indicadores! Em abril de 2024, o índice de atividades turísticas apontou uma…
Notícias

Brasil terá mais de 70 mil novos assentos em voos internacionais

Na primeira rodada de assinatura de cartas de aceite do Programa-piloto de Aceleração do Turismo Internacional (PATI), os três projetos…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :