ENOTURISMO

Melhor espumante do Cone Sul é brasileiro e custa menos de R$ 40

O melhor é sempre o mais caro. Mito ou verdade? Na hora de escolher o espumante para degustar, especialmente, essa é uma máxima que nem sempre procede. Por cerca de R$ 40, é possível degustar o melhor espumante do Cone Sul e, ainda por cima, torná-lo um item habitual no dia a dia, seja para comemorar, seja para bebericar os bons momentos da vida.

Bicampeão no mais prestigiado concurso de vinhos da América Latina, o chileno Catad’Or World Wine Awards, o Espumante Garibaldi Moscatel representa a democratização do acesso ao restrito universo dos melhores vinhos do mundo. E vai além: consagra de forma definitiva a qualidade referencial dos rótulos elaborados no Brasil. Eleito por duas vezes pelo concurso e atual detentor do título de Melhor do Cone Sul o Espumante Garibaldi Moscatel é um dos mais notáveis representantes do portfólio borbulhante da Cooperativa, localizada na cidade de Garibaldi, na Serra gaúcha.

A bebida exulta jovialidade e frescor, sem esquecer das propriedades aromáticas. “Nosso moscatel tem por característica ser um produto adocicado, porém equilibrado. Há harmonia entre açúcares e acidez, tem leveza e aromas muito intensos e finos”, analisa o enólogo chefe da cooperativa, Ricardo Morari.

O Espumante Garibaldi Moscatel é elaborado a partir de um blend de uvas Moscato — Branco e Giallo — pelo método Asti, cujo diferencial desse processo é a ocorrência de uma única fermentação em sua elaboração, realizada em tanques. Ele apresenta coloração clara com reflexos esverdeados, enquanto no olfato são percebidos aromas com notas de melão, maçã verde, flores brancas e um toque de mel. Em boca, é suave e cremoso, com acidez equilibrada e refrescante. Sua harmonização é indicada no acompanhamento de frutas frescas, frutas em calda, sorvetes, bolos, canapés, queijos e patês. E também vai muito bem na harmonização com os amigos. Afinal, a vida é para ser celebrada a todo instante.

“Existe um movimento muito forte para romper a sazonalidade do hábito de consumir espumantes, que não precisa ficar restrito às festas de fim de ano ou celebrações temáticas. Democratizar o acesso ao produto — ou, melhor, a um produto de extrema qualidade — é a forma mais inteligente de incentivar o consumo e, sobretudo, consolidar a condição de referência que as vinícolas brasileiras ocupam na elaboração de espumantes e vinhos”, explica o presidente da Cooperativa Vinícola Garibaldi, Oscar Ló.

Identificar o melhor espumante do Cone Sul no ponto de venda é fácil. O Espumante Garibaldi Moscatel chega ao consumidor na sua versão tradicional e outra temática, que evidencia sua condição especial e alusiva ao reconhecimento internacionalmente conquistado.

Artigos relacionados
ENOTURISMO

Brasileiros investem 45 milhões de euros no Douro

A paixão pelos vinhos levou os brasileiros Rubens Menin e Cristiano Gomes a investirem 45 milhões de euros, nos últimos…
ENOTURISMO

Vem aí mais uma edição do Festival de Vinhos, Wine in Búzios

A 5ª edição do Wine in Búzios será realizada de 30 de maio a 9 de junho, em vários pontos…
ENOTURISMO

Enoturismo do Alentejo tem crescimento de 27% em 2023

Ano passado, segundo a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), o enoturismo do Alentejo cresceu 27% em comparação a 2022. O…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :