Notícias

Serviço Geológico do Brasil identifica áreas de risco nos Cânions do Xingó entre AL, SE e BA

O Serviço Geológico do Brasil (SGB-CPRM), uma empresa pública vinculada ao Ministério de Minas e Energia (MME), publicou o relatório de avaliação geotécnica dos Cânions do Xingó, entre os estados de Alagoas e Sergipe, conforme a análise realizada por pesquisadores da instituição em fevereiro deste ano.

Disponibilizado na última semana, o relatório concentra informações dos 19 pontos analisados considerando o grau de perigo e risco para eventos de movimentação gravitacional de massa – deslizamentos, processos hídricos e erosão. Dessas áreas, 13 foram classificadas como de perigo alto, três como perigo moderado e três como perigo baixo.

Realizada em atendimento à solicitação protocolada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade de Sergipe, a vistoria foi realizada entre os dias 14 e 24 de fevereiro, contemplando os municípios de Canindé do São Francisco (SE), Piranhas (AL), Delmiro Gouveia (AL), Olho D’Água do Casado (AL) e Paulo Afonso (BA).

O relatório e imagens captadas durante a vistoria estão disponíveis no Repositório Institucional de Geociências (RIGeo) do SGB-CPRM e podem ser acessados por meio do link https://rigeo.cprm.gov.br/handle/doc/22706

Artigos relacionados
Notícias

Mais de 36,7 mi de passageiros voaram pelo país de janeiro a maio deste ano

A movimentação de passageiros em voos dentro do Brasil continua crescendo em 2024. De janeiro a maio deste ano, mais…
Notícias

MTur: São João será igual ao Carnaval em número de turistas

“Queremos fazer com que o São João seja igual ao Carnaval em termos de movimentação de turistas estrangeiros e nacionais…
Notícias

Brasil é recordista em rotas domésticas mais voadas na América Latina

Um estudo feito pela Associação Latino-Americana e do Caribe de Transporte Aéreo (ALTA) divulgou os trajetos aéreos mais voados da…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :