Notícias

Unesco e MTur abrem seleção para contratar consultor em Turismo Acessível

O Ministério do Turismo e a Unesco anunciam a abertura da inscrição para contratação de consultoria especializada (pessoa física) para apoiar atividades relacionadas à promoção da acessibilidade de pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida no âmbito do Programa Turismo Acessível.

O apoio profissional deve ocorrer por meio de estudos, levantamentos e sistematizações de dados para a proposição de estratégias e de mecanismos de fomento à acessibilidade na atividade turística. A vaga é remunerada e o trabalho será remoto, com duração do contrato de 180 dias. As informações relacionadas à seleção estão disponíveis na página da Unesco.

Os interessados terão até sexta-feira (12.08) para enviar documento comprobatório ao MTur. Os candidatos deverão verificar o edital completo e enviar o currículo, bem como Formulário de Inscrição preenchido e documentos adicionais para o endereço eletrônico turismo.responsavel@turismo.gov.br , indicando o número do edital e o nome do perfil ao qual se candidata.

Requisitos

Para participar, o candidato deve ter nível superior completo e pós-graduação lato ou stricto sensu concluída, em qualquer área, em instituição de ensino devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação, com trabalho de conclusão de curso, dissertação ou tese relacionado ao tema da acessibilidade da pessoa com deficiência no turismo. É desejável, ainda, que o profissional tenha mestrado ou doutorado concluído, em qualquer área, com dissertação ou tese em tema relacionada à acessibilidade no turismo.

É obrigatório que o candidato tenha experiência profissional comprovada atuando, no mínimo, em três projetos ou por três anos em trabalhos relacionados à acessibilidade no turismo. Também deve possui um mínimo de experiência profissional, ainda, atuando em dois projetos ou por dois anos em trabalhos com atividades relacionadas à coleta de dados e produção de pesquisas e indicadores.

Além disso, é desejável que o profissional possua conhecimento técnico-metodológico e operacional para planejamento e execução de pesquisas; experiência com atividades organizacionais no setor público, desenvolvendo funções de elaboração, coordenação, monitoramento ou supervisão de projetos voltados à acessibilidade, incluindo atividades de consultoria especializada; experiência com atividades organizacionais no âmbito privado, prestadas a entidades sem fins lucrativos, em ações desenvolvidas em parceria com o setor público; produção técnica ou acadêmica sobre a temática da acessibilidade no turismo; e experiência em instrução/tutoria de treinamentos relacionados a projetos de acessibilidade voltados ao turismo.

Também é desejável ter conhecimento em ferramentas de videoconferência e métodos de facilitação virtuais, além de possuir domínio da Língua Brasileira de Sinais (Libras).]

Foto: MTur

Artigos relacionados
Notícias

Finlândia proíbe entrada de turistas russos

O Governo da Finlândia proíbe entrada de turistas russos pela fronteira desde  sexta-feira (30) . Segundo o Ministério do Interior,…
Notícias

Brasil tem dez destinos entre os 100 mais sustentáveis do mundo

Dez destinos brasileiros estão entre os 100 mais sustentáveis para o turismo no mundo em 2022. O reconhecimento foi feito…
Notícias

Pós-pandemia: viajar está no topo da lista de desejos dos brasileiros

Mais do que comprar um imóvel, voltar a estudar ou comprar um carro, os brasileiros querem fazer as malas e…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Enter Captcha Here :