ENOTURISMO

Portugal e Espanha unem-se para promover vinhos ibéricos

Uma boa notícia para os apreciadores de um bom vinho. Portugal e Espanha uniram-se para promover a tradição vinícola ibérica de forma conjunta, num programa que junta a ViniPortugal e a sua congénere espanhola OIVE, no âmbito do qual foi já lançada a campanha europeia “Feel The European Quality With Wines From Spain and Portugal” que, entre outros objetivos, pretende também estimular o turismo.

“Esta é uma das muitas ações previstas no programa conjunto das entidades, que terá a duração de três anos e que procura mostrar a qualidade e a tradição vitivinícola dos dois países”, indica a ViniPortugal em comunicado, dando conta que o evento de lançamento da nova campanha decorreu na terça-feira, 20 de setembro, e contou com a presença de Frederico Falcão, presidente da ViniPortugal, assim como da diretora-geral da OIVE, Susana García Dolla.

A decorrer em Portugal e Espanha até 2024, esta campanha representa um investimento de mais de dois milhões de euros, sendo dirigida aos profissionais do vinho (importadores e sommeliers), aos meios de comunicação, aos líderes de opinião e aos turistas europeus que visitarem qualquer um dos dois países ao longo dos três anos.

“Esta é uma campanha promocional europeia que também pretende abranger os turistas que visitam Portugal e Espanha, com o objetivo de lhes fornecer informações sobre os vinhos de qualidade disponíveis nos dois países. Por outras palavras, queremos sensibilizar os turistas internacionais sobre vinhos portugueses e espanhóis, sua história, cultura, harmonizações… e assim encorajá-los a consumir de forma responsável”.

No comunicado divulgado, a ViniPortugal explica que, mais do que a tradição vinícola, Portugal e Espanha partilham também a paixão pelo vinho, ingrediente que, segundo a campanha agora lançada, é aquele que “faz destacar os vinhos ibéricos”.

O setor vinícola ibérico desempenha ainda “um papel fundamental na sustentabilidade económica, social e ambiental de muitas aldeias em Espanha e Portugal, gerando milhares de empregos diretos e indiretos que vão muito para além das vinhas e adegas, prevenindo e combatendo o despovoamento rural”, acrescenta a ViniPortugal, defendendo que o impacto positivo deste setor “não se limita apenas aos países produtores, mas contribui também para impulsionar a economia europeia através de atividades como o transporte, logística, marketing e vendas”.

Artigos relacionados
ENOTURISMO

Jornalistas de Chile, Uruguai e Argentina conhecem vinícolas do Sul do Brasil

Jornalistas da Argentina, do Chile e do Uruguai terão cinco dias de experiências incríveis em passeios por vinícolas do Brasil….
ENOTURISMO

Festa do Vinho da Madeira conta com investimento superior a 178 mil euros

A Festa do Vinho da Madeira conta, nesta edição, com um investimento superior a 178 mil euros e promete muitas…
ENOTURISMO

Campanha promove enoturismo do Brasil na América do Sul

A promoção de produtos, serviços e destinos turísticos brasileiros no exterior ganhou reforço nesta semana, quando a Embratur inicia a…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Enter Captcha Here :