BLOG DO MOZART LUNA

Prefeituras recebem R$ 3.7 bi de FPM. Município terão recomposição financeira. Caio Borghetti se fortalece e tem adesão de lideranças políticas em Porto de Pedras. Terceira força em Maragogi fica “sem força” com intervenção de Marcelo Vitor e Paulo Dantas. Padre Eraldo se filia ao PDT e pede apoio “nos bastidores” de um senador na disputa a prefeitura de Delmiro Gouveia.

As prefeituras receberam ontem a terceira parcela do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente a outubro sendo a maior dos últimos três meses. O repasse praticamente empatou com o mês de outubro de 2022 e o acumulado do ano também. No total foram depositados nas contas das prefeituras R$ 3,7 bilhão. De acordo com a nota produzida pela CNM baseada nos dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), o acumulado do mês, em relação ao mesmo período do ano anterior, teve queda de 0,55%. Quando o valor do repasse é deflacionado, ou seja, desconsiderando a inflação do período, o impacto negativo é acentuado, com queda de 5,1% em relação ao mesmo período de 2022.  Ao desconsiderar o comportamento da inflação, o acumulado do FPM neste ano também indica  diminuição de 0,81% em relação ao mês de outubro do ano passado. No segundo semestre, a queda nominal do FPM está em 2,13%, o que equivale a R$ 1,2 bilhão. Se deixar de contabilizar os repasses adicionais de 1%, conquistas da CNM, a queda é ainda maior e chega a 5,29% ou mais de R$ 2,5 bilhões. Segundo as lideranças municipalistas houve uma queda na arrecadação federal, consequência da recessão que se abateu na economia desde janeiro. O consumo caiu e as empresas estão se faturando e a inadimplência no pagamento dos impostos está altíssima, o que pode gerar a falência de milhares de empresas.

Recomposição de perdas

A Lei Complementar (LC) 201/2023, que recompõe as perdas do FPM entre julho e setembro de 2023 será feita com base na comparação com o mesmo período de 2022 e pela inflação acumulada. De acordo com o anúncio do governo federal, o valor a ser

partilhado será de R$ 4,17 bilhões.

Caio Borghetti/Porto de Pedras

O vereador e pré-candidato a prefeito em Porto de Pedra, Caio Borghetti (MDB) começou a semana com uma agenda cheia. Depois da desistência de Caio Uchoa na prefeitura, Borghetti intensificou os entendimentos para consolidar sua caminhada para prefeitura no processo eleitoral do próximo ano. Segundo os observadores políticos, Borghetti é a partir de agora o nome mais forte na disputa.

Maragogi/Lira

A entrevista do prefeito de Maragogi, Sérgio Lira (PP) no Portal circuitomundo.com repercutiu bastante nos bastidores da política no município. Segundo uma analista ficou bem claro que o prefeito tem a liderança política no grupo e que cobrará a fidelidade de todos até o fim. Quanto ao nome que vai apoiar ainda é uma expectativa. Segundo o prefeito não existe uma “data” para isso.

Maragogi/Terceira força?

A hipótese da chamada terceira força começa a rir. O projeto era fomentado dentro da Câmara com alguns vereadores, inclusive da base de sustentação política o prefeito Sérgio Lira. O nome apontado como a terceira força é o do vereador Fernando da Skol. Contudo, fontes do Palácio dos Palmares apontam que Fernando da Skol, deverá realizar uma aliança com Marcos Madeira.

Intermediação/Maragogi

O governador Paulo Dantas e o presidente da Assembleia Marcelo Vitor, parceiros, amigos e correligionários políticos estão na costura da aliança entre Marcos Madeira e Fernando da Skol. Com isso as articulações que ocorrem dentro da Câmara se esvaziam. Os entendimentos estão finalizando e até dezembro a aliança poderá ser anunciada.

Arapiraca

Na festa de emancipação política dos 99 anos, o prefeito Luciano Barbosa foi o mais cobiçado para as fotos no instagram. O assédio era tão grande que o prefeito disse que gostaria de ter um sósia para estar em todos os lugares ao mesmo tempo. Muitas obras foram inauguradas, mas o desfile cívico foi o ponto algo, onde o prefeito estava ao lado das lideranças políticas que lhe dão sustentação na Prefeitura.

Japaratinga

Para os analistas políticos, o prefeito Deo só perde a eleição se for arrancado do prefeito por um golpe. A aprovação do governo demonstra que a população está satisfeita com sua administração, que é pautada pela humildade e respeito a todos. Japaratinga nunca esteve tão bem cuidada.

Porto Calvo

Em Porto Calvo o cenário político ainda é favorável a prefeita Eronita Espósito, mas que tem pela frente alguns problemas com suas bases políticas. Na Câmara de vereadores os escândalos sobre a gestão da prefeita, explodem toda semana. A oposição continua dividida, o que proporciona a vantagem da gestora.

Delmiro

O ex-prefeito de Delmiro Gouveia, Padre Eraldo Cordeiro, corre contra o tempo para está em condições políticas para disputar a eleição para prefeito no próximo ano. Filiado ao PDT, do vice-governador Ronaldo Lessa, busca apoios de empresários e até de um senador, nos bastidores.

Artigos relacionados
BLOG DO MOZART LUNA

Congresso Nacional de Contabilidade Municipal em Brasília discute contabilidade pública do Governo Federal e Tribunais de Contas. Objetivo é orientar aos gestores sobre temas municipais.

Contabilidade municipal Representantes de Municípios e especialistas de todo o país lotaram o auditório da Confederação Nacional de Municípios (CNM)…
BLOG DO MOZART LUNA

Primeira parcela do FPM e 1% Extra nas contas das prefeituras com 13,11% de aumento. Prefeitos comemoram 10 anos do percentual extra. Curso de capacitação de mão de obra em Japaratinga

FPM 13,11% positivo A primeira parcela geralmente, é a maior do mês, representando quase metade do valor esperado para o…
BLOG DO MOZART LUNA

Provas do Concurso do TJAL no domingo. Confirma documentação e como serão as provas. A disputa política em Canapi, no "Triangulo das Bermudas" do Sertão. Alagoas comemora demanda turística.

Concurso TJAL A prova objetiva do concurso para técnico judiciário do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) será aplicada neste…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :