Notícias

Comissários da American Airlines ameaçam entrar em greve

O sindicato, que representa os comissários de bordo da American Airlines, pediu para ser liberado de novas obrigações com a American. Se o Conselho Nacional de Mediação atender a esse pedido, a Associação de Comissários de Bordo Profissionais (APFA) poderá entrar em greve após um período de reflexão de 30 dias, de acordo com os regulamentos estabelecidos na Lei do Trabalho Ferroviário, que rege as relações trabalhistas na companhia aérea. indústria.

“Estamos dando esse passo porque os comissários de bordo estão cansados ​​de esperar e cansados ​​do desrespeito geral da American Airlines”, disse a APFA em comunicado na segunda-feira. “Em todo o país, os trabalhadores estão a levantar-se contra a ganância corporativa e a exigir melhorias. Estamos preparados e dispostos a fazer o que for necessário para garantir o acordo que merecemos.”

A APFA pede aumentos salariais de 50% ao longo de um contrato de quatro anos. A American ofereceu um aumento de 19% em cinco anos, de acordo com um resumo da APFA. O sindicato também pede uma série de outras melhorias contratuais, incluindo um aumento de 75 para 80 no número de horas pagas que seus associados têm garantidas mensalmente.

O sindicato disse na segunda-feira que a administração da American não apresentou uma nova oferta para mediações supervisionadas pelo governo federal em Phoenix na semana passada. American diz que essa afirmação é imprecisa.

“Desde que retomou as negociações em 2021, a empresa tem se reunido rotineiramente com a APFA e apresentado propostas que mantêm nosso compromisso de remunerar bem e de forma competitiva os membros de nossa equipe”, disse a empresa. “Há meses que temos em cima da mesa uma proposta económica líder da indústria e continuamos a fazer progressos noutros itens, inclusive na semana passada.”

A American também enfatizou que não há possibilidade de greve durante o período de festas deste ano.

O contrato da APFA com a American tornou-se alterável em 2019 e seus membros não recebem aumento desde janeiro daquele ano, escreveu a presidente do sindicato, Julie Hedrick, em sua carta ao Conselho Nacional de Mediação.

Artigos relacionados
Notícias

Rio Grande do Norte e Alagoas se destacam como destino internacional, segundo empresa espanhola.

Mesmo não sendo Hub de companhias aéreas internacional os dois estados ficaram na frente da Bahia, Fortaleza e Pernambuco. A…
Notícias

Processo de seleção vai escolher “Melhores Vilas Turísticas”

Estão abertas as inscrições do concurso “Melhores Vilas Turísticas” (Best Tourism Villages). A iniciativa da ONU Turismo reconhece as principais…
Notícias

MTur abre vagas para curso digital sobre turismo acessível

O Ministério do Turismo, em parceria com a Diretoria de Tecnologias na Educação da Universidade Federal do Maranhão (DTED/UFMA), está…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :