NEGÓCIOS

Movimentação internacional de passageiros em outubro supera pela primeira vez os indicadores pré-pandemia

Em outubro, a movimentação de passageiros no mercado internacional da aviação civil brasileira superou pela primeira vez os indicadores de movimento pré-pandemia. No mês, foram movimentados 1,9 milhão de passageiros, um aumento de 2,3% em relação aos 1,8 milhão de passageiros em outubro de 2019. Os dados estão disponíveis na mais recente atualização do relatório de demanda e oferta da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). 

Os números também são positivos em comparação à movimentação do ano passado, apresentando um crescimento de 27% em relação aos 1,48 milhão de passageiros processados em outubro de 2022. 

A demanda internacional, medida por passageiros-quilômetros pagos transportados (RPK),  teve um aumento de 1,2% em relação a outubro de 2019, enquanto na comparação com outubro de 2022 o crescimento foi de 21,8%. Já a oferta internacional, aferida por assentos-quilômetros ofertados (ASK), teve um aumento de 23,2% em relação a outubro de 2022. Na comparação com outubro de 2019, houve redução de 1,8%. 

A movimentação doméstica também apresentou crescimento em relação aos números de 2022. Em outubro de 2023, foram movimentados 7,8 milhões de passageiros no mercado doméstico, um aumento de 7,7% em relação a outubro de 2022. Os valores representam 92,5% da movimentação doméstica em outubro de 2019, antes da pandemia de covid-19.  

A demanda doméstica por voos em outubro, em RPK, teve um aumento de 4,7% em relação ao mesmo mês em 2022 e uma redução de 3,9% em relação a outubro de 2019.%. A oferta doméstica, em ASK, por sua vez, teve um aumento de 0,3% comparado a outubro de 2022 e uma redução de 2,3% em relação a outubro de 2019. 

Movimentação de carga 

No mês de outubro, foram registradas 38,4 mil toneladas de carga processadas no mercado doméstico, 4,9% a mais que no mesmo mês de 2022 e representando 91,8% da movimentação em outubro de 2019. No mercado de cargas internacional, a movimentação foi de 69,1 mil toneladas, 11,5% a mais que a movimentação em outubro de 2019. Em comparação com outubro de 2022, houve uma redução de 6,3%.  

Comparação dos resultados 

Os resultados do mercado do transporte aéreo brasileiro estão comparados com o ano de 2019, ano pré -pandemia de covid-19, para retratar a realidade do transporte aéreo antes das restrições de mobilidade da população. 

Os dados monitorados pela ANAC continuarão a ser apresentados nessa base de comparação até o final de 2023. 

Artigos relacionados
NEGÓCIOS

MTur e ApexBrasil articulam parceria para impulsionar o setor de viagens no Brasil

A secretária-executiva do Ministério do Turismo, Ana Carla Lopes, esteve reunida com a diretora de negócios da Agência Brasileira de…
NEGÓCIOS

Mais de 8 milhões de passageiros movimentaram os principais aeroportos no mês de maio

A demanda aérea no mercado brasileiro vem apresentando dados animadores. Apenas no mês de maio deste ano, 8,2 milhões de…
NEGÓCIOS

Com 3,2 milhões de visitantes em 5 meses, chegada de turistas internacionais ao Brasil sobe 8,6%

De janeiro a maio deste ano, o Brasil recebeu 3.264.765 de turistas internacionais. O número no acumulado dos cinco primeiros…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :