ENOTURISMO

Premiações de vinhos baianos estimulam enoturismo na Chapada Diamantina

A vinícola UVVA, localizada na Fazenda Progresso, em Mucugê, na zona turística Chapada Diamantina, segue ampliando o catálogo de premiações internacionais, em apenas dois anos de produção. Em março, o seu Chardonnay 2022 conquistou a medalha de ouro no Vinalies 2024, um dos concursos de vinhos mais importantes do mundo, realizado na França; e a medalha de prata no Chardonnay du Monde 2024, outra competição francesa, conhecida pelo nível de exigência em atestar, exclusivamente, a uva Chardonnay. A vinícola já lançou 12 rótulos, entre vinhos tintos, brancos e espumantes, conquistou 27 prêmios nacionais e internacionais e recebeu 15 mil turistas em suas instalações.

“Contribuir para o desenvolvimento do turismo na Bahia é um dos objetivos da nossa vinícola, um equipamento que estimula o crescimento regional, através do enoturismo. Seus vinhos e experiências permitem colocar Mucugê e a Chapada Diamantina em evidência no cenário nacional e internacional, adicionando um novo dinamismo econômico à região”, declarou o CEO da UVVA, Fabiano Borré.

Na zona rural de Mucugê, os turistas podem vivenciar a experiência da imersão na vinícola UVVA, que fica a 26 quilômetros de distância do município. O roteiro inclui tours para diferentes perfis de visitantes, sempre conduzidos por enólogos. Do prédio do empreendimento se avistam os parreirais e, ao fundo, a exuberante Serra do Sincorá, com seus mais de 80 quilômetros de extensão. O local também dispõe de restaurante, loja de produtos do segmento e espaço destinado a exposições de arte.

Qualificação turística – Uma equipe da Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA) esteve em Mucugê para ações do projeto “Avança Turismo Bahia”, que visa qualificar destinos nas 13 zonas turísticas do estado. Durante uma semana, foram realizadas capacitações de profissionais e empreendedores, visitas técnicas a pontos atrativos naturais e vinícolas, levantamento da oferta e qualidade da hotelaria, além do estímulo ao registro no Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur).

“Mucugê tem grande potencial, que vai além de belas paisagens e trilhas, com a oferta de experiências incríveis na zona rural, em fazendas que produzem frutas vermelhas. A produção de vinhos também cresceu na região, estimulando o enoturismo. Nosso projeto visa garantir a satisfação do turista que escolhe esse destino”, explicou a superintendente de Promoção e Serviços da Setur-BA, Fabíola Paes Leme.

As ações do “Avança Turismo Bahia” na Chapada Diamantina aconteceram, também, em Ibicoara, incluindo capacitação para o atendimento no segmento LGBTQIAP+ e um encontro com o trade turístico, que teve a participação de representantes de Itaetê e Barra da Estiva.

Artigos relacionados
ENOTURISMO

Vem aí mais uma edição do Festival de Vinhos, Wine in Búzios

A 5ª edição do Wine in Búzios será realizada de 30 de maio a 9 de junho, em vários pontos…
ENOTURISMO

Enoturismo do Alentejo tem crescimento de 27% em 2023

Ano passado, segundo a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), o enoturismo do Alentejo cresceu 27% em comparação a 2022. O…
ENOTURISMO

Vila Galé anuncia experimento de plantação de vinhas e oliveiras em Ouro Preto, em Minas Gerais

Especializado na produção de vinhos e azeites, o grupo Vila Galé anunciou um experimento de plantação de vinhas e oliveiras…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :