DESTINOS

Embratur participa de Rolê Afro em Salvador (BA)

A coordenadora de Afroturismo, Diversidade e Povos Indígenas da Embratur, Tania Neres, participou do Rolê Afro, iniciativa que inclui press trip e famtour dentro do programa Salvador Capital Afro. Ela, juntamente com profissionais de turismo, operadores de viagens internacionais e influenciadores brasileiros, dos Estados Unidos, Portugal e Cabo Verde conheceram pontos turísticos e destinos com protagonismo negro na cidade de Salvador, na Bahia. 

A Embratur recebeu o convite para participar do Rolê Afro com o objetivo de realizar visitas técnicas nos principais pontos turísticos da capital baiana a fim de viabilizar a comercialização desses roteiros ao mercado internacional. Além disso, segundo Tania Neres, a intenção é fortalecer o empreendedorismo afro em Salvador.

“Dentro do Salvador Capital Afro trabalha-se com três pilares: o Afrobiz, que é o empreendedorismo; o AfroEstima, que trata da beleza e estética negra, e o Rolê Afro, que são os destinos com o protagonismo negro na cidade de Salvador. Fizemos visitas técnicas em pontos importantes como o Ilê Aiyê, no Curuzu, visitamos também salões de beleza afro, restaurantes das comunidades, ou seja, lugares onde existe um envolvimento de todos os protagonistas para que o dinheiro circule dentro dessas comunidades, oportunizando a geração de emprego e renda”, explicou a coordenadora. 

O grupo também esteve em barracões de blocos afro como os Filhos do Congo, Filhos de Gandhy e o Malê Debalê, foi a exposições de artistas plásticos negros no Pelourinho e  visitou o único parque do Brasil com nome de orixá, o Parque Pedra de Xangô, em Cajazeiras. Os convidados também tiveram experiências com os saberes a partir das plantas, massagens e escalda-pés. 

Ao todo, foram apresentados vários roteiros e mais de 10 pontos de experiências aos guias de turismo, agências e operadores internacionais na intenção de fortalecer a estratégia de comercialização e promoção do afroturismo em Salvador. 

Ainda de acordo com a coordenadora Tania Neres, na semana que vem, serão apresentados os roteiros e pontos de experiências ao trade turístico, autoridades, imprensa e comunidade geral.

Eixo central
O afroturismo é um dos eixos prioritários da atual gestão da Embratur, iniciada em 2023. De lá para cá, já foram feitas muitas ações de sensibilização, como apresentar o afroturismo de forma internacional, levando representantes do segmento para feiras em Paris (França), Nova York (EUA) e Londres (Reino Unido), produzindo séries, não somente sobre destinos, mas incluindo profissionais negros como atores de sua própria história e como consumidor. 

Segundo o presidente da Embratur, Marcelo Freixo, “o afroturismo é eixo central da estratégia da Agência para promoção de novos produtos”. “É um segmento compatível com o que Século XXI exige de nós: sermos antirracistas, valorizando e respeitando a cultura do povo negro. Precisamos pensar no afroturismo nesse aspecto subjetivo, de resgate da história e valorização da cultura, mas também como um grande negócio, que gera emprego e renda, e empodera empreendedores negros”, declarou.

Artigos relacionados
DESTINOS

MGM Grand em Las Vegas está recebendo 'Friends'

Fãs do clássico da televisão “Friends” podem ir até Las Vegas para uma experiência interativa no 30º aniversário de sua…
DESTINOS

SP dá início à revitalização do Centro Histórico de Santos

A Secretaria de Turismo e Viagens do Estado de SP (Setur-SP) inaugurou dois trechos da revitalização da rua Tuyuti, na…
DESTINOS

Maceió e Porto de Galinhas, destinos preferidos para férias no Nordeste, segundo Operadoras de Viagens - BRAZTOA

O inverno chegou, mas os brasileiros seguem buscando sol e calor para aproveitar as férias de julho. E dos destinos…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :