GASTRONOMIA

Pelotas (RS) recebe título de Capital Nacional do Doce

A cidade de Pelotas (RS) se tornou oficialmente a Capital Nacional do Doce. O título, concedido pelo Governo Federal, por intermédio do Ministério do Turismo, irá contribuir para o desenvolvimento do turismo local. Situada a 261 quilômetros de Porto Alegre (RS), a cidade já era informalmente reconhecida por seus doces e roteiros ligados aos quitutes culinários, mas o reconhecimento promete impulsionar ainda mais o segmento, especialmente o gastronômico, e o comércio local.

A concessão do título ganha ainda mais relevância num momento de tanta dificuldade pela qual passam 90% dos municípios gaúchos, com as recentes enchentes. “Em meio a tanta tristeza que a gente vem tendo no nosso Estado, essa lei vem trazer alegria e esperança para a população e para os profissionais do doce em Pelotas. Reconhece toda nossa história, nossa tradição e o dia a dia de trabalho dos empreendedores do ramo”, afirma a presidente da Associação dos Produtores de Doces de Pelotas, Simone Bica.

O título agregará à história da cidade, que conta com a tradicional Feira Nacional do Doce, evento que ocorre todos os anos desde 1988, em meados de maio e junho. A Fenadoce é organizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Pelotas e constitui um importante roteiro turístico da cidade. Somente na edição do ano passado, a feira recebeu 314 mil visitantes, com pessoas vindo de 904 excursões, inclusive de outros estados e de países vizinhos, como Argentina e Uruguai. Na ocasião, foram vendidos 1,8 milhão de doces.

A Fenadoce é patrimônio estadual e contribuiu para que Pelotas recebesse, em 2018, o título de Patrimônio Material e Imaterial do Brasil. Na feira, o visitante encontra desde doces tradicionais, como bem-casado, olho de sogra, queijadinha e quindim, até doces mais rebuscados como pastel de Santa Clara, trouxas de amêndoas e camafeu. Por conta da atual situação do Rio Grande do Sul, a Fenadoce 2024 foi adiada, ainda sem nova data agendada.

Museu do Doce

Além da feira, a cidade também possui como atração turística o Museu do Doce, administrado pela Universidade Federal de Pelotas. O objetivo do museu é “salvaguardar os suportes de memória da tradição doceira de Pelotas e da região e, como compromisso, produzir conhecimento sobre esse patrimônio.”

O museu é sediado em um casarão histórico datado de 1878. Ele está localizado na Praça Coronel Pedro Osório, número 8, e é aberto para visitação entre 09h e 18h, de segunda a sábado, e das 10h às 15h, aos domingos.

Para quem visita Pelotas, há mais para conhecer, como os roteiros Laranjal – Balneários/Colônia de Pescadores Z3, Arroio Pelotas, Canal São Gonçalo e Rota das Charqueadas.

Artigos relacionados
GASTRONOMIA

Jeito brasileiro de fazer pizza conquista turistas do mundo todo

Que o brasileiro é louco por pizza, todo mundo já sabe, mas no Dia Mundial da Pizza, o Ministério do…
GASTRONOMIA

Brasil tem dois restaurantes na lista de melhores do mundo

Dois restaurantes brasileiros foram destaques na lista dos 50 melhores do mundo! A Casa do Porco, na cidade de São…
EVENTOSGASTRONOMIA

Festival em Pirenópolis (GO) reúne jazz, gastronomia e premia vinhos do Cerrado

Degustações orientadas de vinhos premiados – com destaque para a produção goiana e do Distrito Federal -, palestras com especialistas,…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :