MEIO AMBIENTE

Estratégia ESG e de sustentabilidade da Embratur é apresentada durante Congresso Internacional Lixo Zero

A Embratur participou do Congresso Internacional Lixo Zero. O evento, promovido pela Instituição Lixo Zero Brasil, aconteceu ao lado do Museu Nacional, em Brasília (DF). O assessor de ESG da Agência, Paulo Albuquerque, conversou com o público sobre as iniciativas de sustentabilidade já promovidas. ESG é a sigla para Environmental, Social and Governance, ou, em tradução livre, Ambiental, Social e Governança.

Na prática, a estratégia ESG representa uma mudança de mentalidade sobre práticas sustentáveis relacionadas ao meio ambiente e ao ambiente de trabalho, impacto social e mudanças nas estruturas e práticas de governança corporativa de uma organização. Incluem a redução de resíduos sólidos, a diminuição da emissão de CO2, a transparência e o combate à corrupção e o incentivo à diversidade e representatividade.

Albuquerque falou sobre as estratégias ESG da Embratur em um painel com a presença de representantes do trade e do coordenador de Sustentabilidade e Ações Climáticas no Turismo no Ministério do Turismo (MTur), Edson Teixeira Barros, que falou sobre os desafios da construção de um turismo sustentável no Brasil.

As apresentações aconteceram nas ocas da Aldeia Lixo Zero, que contou com instalações artísticas utilizando sacos plásticos e garrafas para conscientizar a população sobre a importância da gestão de resíduos para o meio ambiente e para a economia. O evento, como um todo, abordou temas como boas práticas, clima e meio ambiente, reciclagem e logística reversa. 

O assessor de ESG destacou que a agenda de sustentabilidade da Embratur só foi iniciada na atual gestão e é importante que a Agência marque presença nesses eventos, para reforçar seu compromisso. Em 2023, a Embratur zerou todas as emissões de carbono de viagens aéreas a trabalho feitas por colaboradores, e reduziu em 60% a emissão de CO2 de seus veículos trocando a gasolina pelo etanol como combustível.

Outra iniciativa foi a substituição de plástico de uso único por papel biodegradável nas atividades internas e a implementação do plano de gestão de resíduos sólidos em parceria com o Instituto Lixo Zero. “A importância do gerenciamento dos resíduos sólidos de forma adequada dentro do setor turístico é de vital importância tanto para a sensibilização dos turistas quanto para a redução do impacto dessa atividade econômica que já é bastante benéfica, mas que pode melhorar reduzindo o impacto ambiental”, explicou.

 Ainda segundo Paulo Albuquerque, na apresentação, a intenção foi mostrar “o olhar mais amplo da agenda de sustentabilidade e como a gestão de resíduos sólidos se encaixa dentro do pilar ambiental”. Uma gestão de lixo zero garante que 90% ou mais dos resíduos gerados em uma empresa ou órgão do governo, por exemplo, sejam compostados ou reciclados, enviando apenas uma minoria para aterros.

Atuação modelo
O presidente do Instituto Lixo Zero Brasil, Rodrigo Sabatini, destacou que a Embratur se transformou em um exemplo nessa modalidade de gestão como forma de incentivar mudanças no trade. “Tem um princípio que chama-se autoridade moral e exemplaridade pública. Quer dizer, pra você propor algo para os outros, você precisa primeiro fazer, pra ter autoridade moral, ser um exemplo. A Embratur foi o primeiro órgão federal a adotar uma meta de lixo zero e estabelecer que ela seria um exemplo antes de propor os programas para os outros”, lembrou.

Sabatini ressaltou, também, que o conceito de lixo zero propõe uma mudança de hábito a partir da conscientização de pessoas, empresas e governos sobre o consumo e o que sobra desse consumo. “Então, estamos falando de valores e princípios. Todo o congresso é baseado no compartilhamento das boas práticas”, afirmou.

“Dentro disso, a parceria com a Embratur é fundamental, porque dentro desse processo de alfabetização, para mim, o instrumento mais poderoso é o turismo. Quando você é um turista, você se predispõe a mudar, até por não conhecer os hábitos de uma determinada região”, acrescentou Sabatini.

Artigos relacionados
MEIO AMBIENTE

Alagoas Ambiental participa do encontro Território Sustentável

Com o propósito de promover um futuro mais verde e limpo, por meio de práticas inovadoras de tratamento de resíduos,…
MEIO AMBIENTE

ABEAR reforça importância da produção de SAF para descarbonização do setor aéreo

A presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), Jurema Monteiro, reforçou, no evento Piauí Infra Day, a importância da…
MEIO AMBIENTE

Prefeito de Craíbas recebe MVV para alinhar novo estudo socioeconômico na região

No último dia 3, a Mineração Vale Verde (MVV) realizou uma visita institucional à Prefeitura de Craíbas, conversando com o…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :