Notícias

Casal vai investir R$ 16 milhões este ano em Maceió

Texto de Severino Carvalho e Francisco Alves

A Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) vai investir este ano, em Maceió, R$ 16 milhões em ampliação e melhoria do sistema de abastecimento de água. Os recursos estão inseridos no Plano de Investimentos 2017.

 

A verba será desembolsada pela autarquia e o Governo do Estado – 50% para cada parte -, conforme prevê o Convênio de Cooperação Mútua assinado no dia 9 de junho pelo governador Renan Filho, pela secretária de Estado da Infraestrutura, Maria Aparecida Machado, e pelo presidente da Casal, Clécio Falcão.

 

No total, serão disponibilizados R$ 100 milhões para a execução de obras, serviços e ações em 77 municípios operados pela Companhia em Alagoas, inclusive na capital. Os investimentos serão distribuídos nas três Unidades de Negócio da Companhia em Maceió: Jaraguá, que ficará com R$ 6,2 milhões, Farol com R$ 3,2 milhões e Benedito Bentes com R$ 6,6 milhões.

 

Na implantação de redes de distribuição de água serão investidos R$ 4 milhões; em melhorias nas estruturas de reservação e na construção e interligação de poços, R$ 3 milhões; na aquisição de conjuntos de motobomba para poços, R$ 1,5 milhão; na implantação de Distritos de Medição e Controle (DMC), R$ 700 mil; e na ampliação e melhorias de sistemas de abastecimento de água, R$ 4 milhões. Já na ampliação e melhoria de sistemas de esgotamento sanitário serão investidos R$ 3 milhões.

 

A ampliação e melhoria no sistema de abastecimento de água dos bairros Santa Amélia e Fernão Velho, que absorverão recursos da ordem de R$ 3,3 milhões, estão entre as principais obras e serviços que serão executados em Maceió.

 

“Estaremos implantando o sistema de abastecimento d’água a partir de uma captação já existente nas imediações da fábrica Carmen, em Fernão Velho. Vamos aproveitar esse manancial e vamos aduzi-lo até a parte alta da cidade, beneficiando toda a região da Santa Amélia, Medeiros Neto e adjacências. Estaremos implantando esse projeto já a partir do mês de agosto”, informou Clécio Falcão.

 

Estão previstas, ainda, melhorias em reservatórios e construção e interligação de poços, no valor de R$ 3 milhões; reurbanização e fechamento das áreas dos poços e estações elevatórias, R$ 1,3 milhão; interligação de poços aos reservatórios, R$ 1,2 milhão; ampliação e melhoria de rede coletora de esgoto, R$ 1 milhão; melhorias no emissário submarino, R$ 700 mil; no anel de distribuição de água da Gruta de Lourdes, R$ 600 mil; implantação de Distritos de Medição e Controle (DMC), R$ 700 mil; e na aquisição de conjuntos motobombas, R$ 1,5 milhão.

 

Falcão afirma que os investimentos feitos pela Casal vão elevar a segurança hídrica e melhorar, ainda mais, a qualidade da água distribuída na capital.

 

“Vamos pegar todos os poços existentes em Maceió e tirar as interligações das redes para fazê-las diretamente aos reservatórios. Isso facilita o monitoramento da qualidade da água fornecida”, acrescentou o presidente da Casal.

 

Saúde financeira

O governador observa que o investimento de R$ 100 milhões só é possível graças ao processo de recuperação da saúde financeira da Casal, em função do eficiente e rigoroso ajuste fiscal implementado nos últimos dois anos. Dentre as medidas adotadas destacam-se: redução de despesas, de perdas físicas, comerciais, revisão dos contratos vigentes, aplicação de reequilíbrio tarifário e o aumento real da arrecadação.

 

“Vocês se lembram: a ideia do Governo anterior era vender a Casal. Eu não só não vendi a empresa como demonstramos, junto com a Diretoria, que a empresa pode ser viável para levar água para quem precisa e também para fazer o esgotamento sanitário de áreas importantes, sobretudo para o fortalecimento do turismo e da melhoria da saúde pública de Alagoas”, declarou Renan Filho.

 

Em 2014, a Casal acumulou um prejuízo de R$ 53,8 milhões. Em 2015, já no primeiro ano da gestão Renan Filho, esse déficit foi reduzido a R$ 23,5 milhões. E, em 2016, a Companhia conseguiu, enfim, atingir um superávit de R$ 7,5 milhões.

 

“Criamos condições para que a empresa voltasse a crescer e a investir, coisa que não acontecia há muitos anos”, acrescentou o governador.

Artigos relacionados
Notícias

Cartilha dá dicas para turistas em viagens de carro

Os ministérios da Justiça e do Turismo lançaram uma cartilha que pretende ajudar os turistas, enquanto consumidores, que fazem uso…
Notícias

Seminário discute Corredor Bioceânico para integração da América do Sul

Um encontro iniciado, ontem, em Campo Grande (MS), com representantes do Paraguai, Argentina, Chile e Brasil discutirá a “Integração dos…
Notícias

Recife: Secretaria de Turismo inova com exibição de miniwebsérie e inclusão

Uma forma divertida de encantar os moradores do Recife e atrair a atenção dos turistas foi o mote que impulsionou…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Enter Captcha Here :