GeralNotícias

2020 será um ano de cofres cheio de dinheiro nas Prefeituras

 

As mudanças no recolhimento do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) vai proporcionais mais recursos para os municípios, onde são realizadas as operações com cartões de créditos, leasing e planos de saúde. A mudança vai proporcionar o estabelecimento da justiça tributária, pois até hoje, pouco mais de meia dúzia municípios no Brasil, todos localizados nas regiões Sudeste e Sul, recebiam bilhões de reais oriundos das operações de compra de venda de serviços e produtos. Os principais beneficiados são os municípios turísticos, a partir de agora passam a receber 25% dos recursos, já que a mudança da lei será gradual até 2023. As operações proporcionam, atualmente aos cofres das poucas prefeituras, onde estão a sede das operadoras desses cartões e planos de saúde, bilhões de reais, que a partir de agora vão para os cofres dos municípios, onde os serviços prestados. Em Alagoas, os municípios de Maceió, Arapiraca, Maragogi e Piranhas serão os principais beneficiados, já que concentram um grande número de operações com cartões créditos de pessoas de fora do Estado. O processo de transição prevê em 2020, 25% ficarão com o município do tomador do serviço e 75% com o município do prestador do serviço; em 2021, o imposto será dividido pela metade entre ambos; em 2022, serão 75% para o município do tomador e 25% para o município do prestador do serviço; e, a partir de 2023, 100% da arrecadação do ISSQN ficarão com os municípios onde está o tomador do serviço.

 

Estratégia política

 

As boas notícias para as prefeituras não para de chegar, deixando uma perspectiva bastante positiva para o próximo ano. Esse fato acirra a disputa política em 2020, fazendo prefeitos criarem “projetos sociais”, de doação de terrenos, remédios, cesta básica e tudo que compõe a política assistencialista, buscando conquistar o eleitor.

 

Japaratinga

 

Em Japaratinga a novidade é a informação de uma aliança política entre dois adversários: Bruno Loureiro e Newberto Neves. A oposição praticamente deixou de existir. A ex-prefeita Justina ainda não se posicionou, nem o professor Deo, o candidato “liso”, que por pouco não venceu a eleição passada.

 

Arapiraca

 

Em Arapiraca o processo de articulações política vem sendo realizada da forma mais sigilosa possível. De um lado está o deputado federal Severino Pessoa com a vice-prefeita Fabiana Pessoa, que pode assumir o cargo diante do quadro de saúde do prefeito Rogério Teófilo. Do outro lado está o vice-governador Luciano Barbosa buscando encontrar um nome que represente seu grupo.

 

Arapiraca 2

 

O deputado estadual Ricardo Nezinho vem tentando se manter como o candidato do vice-governador Luciano Barbosa, mas parece que o cenário vai mudar, já que se tentar uma aliança com o grupo do deputado federal Severino Pessoa, que se tornará fortalecido se sua esposa, Fabiana Pessoa, assumir a prefeitura. Neste caso, Nezinho passará a ser o vice?

 

Piaçabuçu

 

Em Piaçabuçu o ex-prefeito Dalmo Santana que voltar a prefeitura, numa prova que ser gestor não nada ruim nem penoso. Se fosse não teríamos tantos ex-prefeitos buscando voltar a prefeitura. Dalmo foi prefeito por duas vezes e gostou do cargo, resta saber se a vice-prefeita, Keity Darliane que assumiu o cargo vai també para disputa.

 

Marechal Deodoro

 

O prefeito Cacau praticamente não dorme e anda muito estressado com as articulações políticas, que estão ocorrendo em Marechal Deodoro. Os adversários estão trabalhando em todos os distritos para conquistar os eleitores. Júnior Damaso, principal nome da oposição vem conquistando o apoio velado de importantes lideranças políticas.

 

Milagres

 

O prefeito da Barra de São Miguel, Zezeco Medeiros, tem mantido uma presença constante em São Miguel dos Milagres, no Litoral Norte, Rota Ecológica. O prefeito está concluindo seu segundo mandato na Barra e não pode mais disputar a eleição em outro município. Mesmo assim, há quem se arrisque afirmar que ele poderá apoiar um nome para o Executivo de Milagres.

 

Pariconha

 

O ex-prefeito de Pariconha Moacir Vieira é uma das lideranças mais respeitadas do município. O atual prefeito Fabiano Ribeiro, só chegou ao cargo porque teve o apoio de Moacir no primeiro mandato. Fabiano deverá deixa o cargo no próximo ano e até agora não tem um nome para apoiar, já que ficou queimado com todos os aliados. O prefeito vive o isolamento política.

 

Rio Largo

 

O ex-vereador Fernando James vem sendo apontado com o candidato de oposição nas eleições de 2020, para prefeitura de Rio Largo. A conturbada atual gestão não cumpriu o que prometeu, além de ter sido um empecilho para o desenvolvimento do turismo em Alagoas por não ter colaborado com a reclassificação do aeroporto Zumbi dos Palmares

Artigos relacionados
Notícias

Ministro do turismo está trabalhando um entendimento Anac e Aena para liberar aumento dos novos voos para Recife e Maceió

EXCLUSIVO – O ministro do turismo Gilson Machado, em atendimento a nossa redação, declarou que um entendimento está sendo realizado…
Notícias

Segmentos turísticos apresentam melhores resultados em setembro

O que o aeroporto de Brasília (DF), a cidade de Bonito (MS) e a Itaipu Binacional, em Foz do Iguaçu…
Notícias

EXCLUSIVO: Anac informa que adotou "medidas de mitigação" que garantem o aumento de voos para Maceió e Recife.

Em nota enviada à nossa redação a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), informou que “adotou medidas de mitigação dos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :