Notícias

Fernando de Noronha reabre apenas para quem já teve covid-19

O paraíso da Ilha de Fernando de Noronha estará aberto, a partir do dia 1 de setembro apenas para quem, comprovadamente, já teve COVID-19. Depois de cinco meses fechada para turistas, Fernando de Noronha (PE) será reaberta para visitantes em 1º de setembro, de forma gradual. No primeiro momento, apenas pessoas que já tiveram covid-19 vão poder desembarcar no arquipélago. A comprovação de que o turista já teve a doença será feita durante o processo de pagamento da Taxa de Preservação Ambiental (TPA), que agora só poderá ser feito on-line, pelo site www.sounoronha.com.

O pagamento precisa ser feito com um prazo de até 72 horas antes do embarque. Anexado ao pagamento, o turista vai precisar enviar o resultado do exame confirmando que já teve a covid-19. Serão aceitos dois tipos de resultados: o IgG positivo (sorológico), com exame realizado pelos métodos de quimioluminescência, eletroquimioluminescência ou Elisa imunoensaio, com menos de 90 dias da data do embarque. E o RT-PCR positivo (exame de nariz e garganta), com mais de 20 dias da data do embarque. Testes rápidos não serão aceitos.

“Estamos dando início às flexibilizações da reabertura do Turismo de Fernando de Noronha, sempre com responsabilidade, cautela e sem pressa. Seguindo com protocolos que mantenham com segurança a saúde da comunidade noronhense e dos pernambucanos que vivem lá. As próximas etapas serão estudadas para que a gente possa dar mais notícias boas para a população da ilha e ao Turismo noronhense”, disse o administrador de Fernando de Noronha, Guilherme Rocha.

Durante a coletiva foi anunciada também a autorização para a 32ª edição da Regata Internacional Recife-Fernando de Noronha (Refeno), que será realizada em outubro.

COVID CONTROLADA NA ILHA
Noronha foi fechada para visitantes no dia 21 de março, e no dia 5 de abril moradores que estavam no continente também não puderam mais entrar. O retorno dos moradores que estavam no continente só votou a ser permitido a partir do dia 13 de junho, primeiro em voos quinzenais e depois semanais, seguindo um protocolo estabelecido pelas autoridades de saúde. Assim que desembarcam, os passageiros recebem uma pulseira de identificação que só deve ser removida pela equipe de vigilância em saúde no fim da quarentena ou quando sair o resultado do segundo teste, realizado na ilha, confirmando a ausência do vírus. Antes do embarque, todos devem apresentar resultado negativo em exame feito no continente, na semana da viagem.

Noronha registrou ao todo 93 casos do novo coronavírus até o momento, sendo 42 identificados pelo estudo epidemiológico em curso no arquipélago, que deve ser concluído em 2021. Destes casos, 17 pessoas que testaram positivo, mais três que tiveram contato com elas, vieram do continente, desde a reabertura do aeroporto. As medidas diretas de combate ao coronavírus possibilitaram que a ilha conseguisse controlar a doença.

Em junho algumas atividades voltaram a funcionar, como bares, restaurantes e lanchonetes.

Artigos relacionados
Notícias

Vistos para os Estados Unidos retomam a ser realizados em novembro

Os Estados Unidos vão retomar a emissão de vistos para brasileiros. A embaixada norte-americana liberou, em seus postos consulares, mais…
BLOG DO MOZART LUNANotícias

Eventos de turismo com pouca participação, devido a calendário "apertado"

A primeira experiência da Brazil Yravel Markett (BTM) em Fortaleza, segundo participantes do evento, não teve os resultados esperados, mesmo…
Notícias

Westmont Institute of Tourism & Hospitality, a universidade da hospitalidade e turismo

O Westmont Institute of Tourism & Hospitality (WiTH) fundado pela Nova SBE em parceria com o Westmont Hospitality Group tem o objetivo de…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :