ALAGOASDestaques

Fase Vermelha: entenda as regras para bares, restaurantes, comércio e academias

Para conter o avanço da Covid-19 em Alagoas, O Governo do Estado anunciou, na noite desta terça-feira (16), um novo decreto que traz todo o estado de volta à fase vermelha do Plano de Distanciamento Social Controlado. Com as novas regras, a partir da próxima sexta-feira (19), bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres só poderão funcionar na modalidade delivery e “pegue & leve” em todo o território de Alagoas. O sistema “pegue & leve” deverá cumprir, ainda, a determinação da restrição de circulação de pessoas no período de 21h às 05h.

Os estabelecimentos desse tipo localizados no interior de hotéis, pousadas e similares poderão funcionar atendendo exclusivamente hóspedes. Outras medidas restritivas que atingem a atividade turística são a proibição do acesso a praias, rios e orlas aos sábados e domingos – inclusive os calçadões para qualquer tipo de atividade – e a suspensão do transporte intermunicipal e turístico. 

Veja aqui todas as atividades permitidas pelo Decreto nº 73.65073.650.

  • Comércio – No segmento de comércio, lojas localizadas no bairro do Centro funcionarão das 9h às 17h, de segunda a sexta-feira, vedado o funcionamento no sábado, domingo e segunda-feira. Lojas de rua e galerias funcionarão das 10h às 18h, de segunda a sexta-feira, vedado o funcionamento no sábado, domingo e segunda-feira. Shopping centers funcionarão das 11h às 20h, com funcionamento proibido aos sábados, domingos e terças-feira.
  • Atividade física – Academias, clubes e centros de ginásticas poderão funcionar com 30% (trinta por cento) de sua capacidade, somente de segunda a sexta-feira, e sob agendamento de horário, sendo vedada a entrada de pessoas acima de 60 anos e pessoas que possuam comorbidades.
  • Salões de beleza – Barbearias e salões de beleza funcionarão com 50% de sua capacidade e agendamento de horário, vedado o seu funcionamento aos sábados e domingos. Não poderá haver filas de espera no local.

À frente da negociação entre setor produtivo, representantes do trade turístico e Governo do Estado, o Secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Turismo, Rafael Brito, ressalta que as medidas foram necessárias e que é preciso trabalhar em conjunto para superar este momento. 

“Medidas duras, mas extremamente necessárias. O mundo todo está sofrendo com as consequências da Covid-19. O Governo de Alagoas, sob a liderança do governador Renan Filho, tem feito um esforço enorme em viabilizar novos leitos e vem pressionando o Governo Federal para acelerar o calendário de vacinação”, disse.

O secretário também reforçou a necessidade de a população fazer a sua parte. “Estamos seguindo a tônica mundial de optar pelo caminho da ciência e da preservação de vidas. O mais importante agora é que cada cidadão entenda o seu papel no combate à doença, que cada um faça a sua parte, porque é apenas com consciência coletiva e a população vacinada que vamos sair mais rápido e de forma segura dessa crise”, afirmou Rafael Brito.

Artigos relacionados
Destaques

Mais de 220 obras de infraestrutura turística são concluídas no Brasil ao longo do 1° semestre de 2024

Além dos ótimos resultados do turismo nacional no 1° semestre de 2024, o Brasil registra grandes avanços na preparação de…
ALAGOAS

Alagoas conquista dois voos extras de Portugal para o Réveillon

Para seguir fortalecendo o turismo internacional, o Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), vem…
Destaques

Personalidades são homenageadas por fomentar turismo de eventos no Estado de Alagoas

A captação de eventos para um destino demanda um grande trabalho de bastidores. Muitos desses eventos passam por candidaturas e…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :