CIA AÉREAS

Azul pode comprar Latam e realizar uma fusão com o objetivo de liderar o mercado aéreo nacional

A movimentação no setor da aviação aérea no Brasil está a todo vapor na compra e vendas de companhia aéreas, num fusão de empresa que faz parte do novo cenário para o setor que ja enxergar a retomada das atividades com grande fluxo de passageiros e principalmente do turismo doméstico que tem indicativos de uma grande crescimento, devido a uma demanda reprimida.

Depois da GOL anunciar a compra da companhia aérea MAP agora é a vez da Azul de David Neelman, está pronta para adquirir a Latam, segundo um relatório do Bradesco BBI, produzido pelos analistas Victor Mizusaki e Pedro Fontanta, projetou que a Azul deve comprar a operação brasileira da Latam em até 90 dias. No relatório, os analistas concluem que a fusão entre as duas empresas é “muito provável”. A Azul tem investido em negociações para comprar a concorrente desde o início da pandemia.

A fusão das companhias, provocou elevação por parte da Bradesco BBI da recomendação das ações da Azul e da Latam, que devem subir as ações da Azul para R$ 75 em 2022, uma alta de 59% na comparação com o preço atual. Já os da Latam, devem chegar a US$ 3 (alta de 4,9%).

Vale lembrar que no dia 24 de maio a  Latam Airlnes Group e a Azul encerraram o acordo de codshare para voos domésticos no Brasil. Depois deste evento, a Azul confirmou seu interesse para consolidar o mercado doméstico e a Latam Brasil é o alvo potencial de aquisição, o que vem movimentando as ações desde então.

Artigos relacionados
CIA AÉREAS

Avianca retornará a voar entre Chicago e Bogotá, Colômbia

A Avianca, com sede na Colômbia, retomará o serviço entre Chicago O’Hare e Bogotá em 27 de outubro, após um…
CIA AÉREAS

LATAM Brasil amplia em 5,7% sua oferta de assentos em junho em relação a 2023

O grupo LATAM ampliou em 15,9% sua oferta de assentos medida em ASK¹ para o mês de junho, impulsionado por…
CIA AÉREAS

Delta se une à nova transportadora saudita Riyadh Air

A Delta firmou um acordo para se tornar a parceira norte-americana exclusiva da nova transportadora saudita Riyadh Air. Segundo documento assinado…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :