Experiências

Programa de Turismo Científico do Legado das Águas promove curso sobre borboletas

O Legado das Águas, maior reserva privada de Mata Atlântica do país, localizada em Miracatu, a pouco mais de duas horas de distância de São Paulo capital, sedia, de 15 a 17 de abril, o curso “Borboletas da Mata Atlântica — Da teoria à prática”. Ministrado pela bióloga e especialista em mariposas e borboletas, Dra. Laura Braga, a capacitação, por meio de uma experiência de imersão na floresta, tem como objetivo promover conhecimento científico sobre esses animais para o público em geral, alunos de graduação em biologia, profissionais de outras áreas de ciências biológicas que buscam incrementar o currículo ou entusiastas do tema.

Todos os três dias de programação intercalam aulas teóricas e práticas. O conteúdo teórico abordará desde a história natural das borboletas, ecologia à diversidade das espécies entre outros temas. As atividades práticas ensinarão a reconhecer as espécies, preparar iscas atrativas, instruções de como montar coleções entomológicas — como aquelas expostas em museus, laboratórios e outros locais que trabalham com conservação –, além de outras técnicas que são utilizadas para observar e estudar borboletas.

As aulas práticas serão realizadas nas trilhas do Legado das Águas que estão inclusas nos roteiros de ecoturismo da Reserva, além da realização de um passeio de caiaque nas águas do rio Juquiá, uma das atividades favoritas dos turistas que visitam o local.

A bióloga e ministrante do curso, Dra. Laura Braga, explica que o conteúdo abordado na programação é indicado para todos os públicos. “Para o público geral, o curso possibilita o contato com a ciência cidadã, porque ajudará a conhecer a importância e a diversidade de borboletas, assim como a importância da conservação da Mata Atlântica para a sobrevivência das espécies, sem precisar, necessariamente, de conhecimento prévio de biologia. Por outro lado, para os graduandos em biologia e demais profissionais de áreas afins, é um incremento no currículo, porque história natural, biologia e ecologia de borboletas não são disciplinas abordadas especificamente na grade curricular das instituições de ensino. O grande diferencial para os dois públicos são as aulas práticas, que oferecerão uma experiência única de imersão na floresta e grandes chances de interação com diferentes espécies de borboletas”, explica.

Turismo científico e borboletas raras

O curso integra o Programa de Turismo Científico do Legado das Águas, que tem como objetivo fomentar projetos de pesquisa científica de longo prazo na Reserva por meio da diversificação das fontes de captação de recursos. Ao mesmo tempo, o programa visa criar um canal de divulgação da ciência com a imersão do ecoturista, que usufrui da estrutura completa da Reserva em meio a floresta e participa de cursos, oficinas, palestras e demais atividades de estudo e educação sobre o bioma.
 O curso de borboletas é fruto da pesquisa “Levantamento da Fauna de Lepidoptera (Borboletas) do Legado das Águas”, realizada de 2016 a 2019, desenvolvida em parceria com a Sustentar – Meio Ambiente, com a equipe composta pelas biólogas Dra. Laura Braga, coordenadora da pesquisa, Ma. Janaína Oliveira e o auxiliar de campo Willer Bontempo.

A pesquisa resultou no registro de 350 espécies, algumas raras e outras ameaçadas de extinção. Dentre os
resultados de maior destaque, foi descoberta a borboleta Godartianabyses, em 2017, que jamais havia sido registrada no Estado de São Paulo, e em 2019, da Prepona deiphile deiphile, espécie ameaçada de extinção, que foi vista apenas duas vezes no Estado antes da descoberta no Legado das Águas.

Para Gabriel Gade Mesquita, analista de pesquisa do Legado das Águas e responsável pelo Programa de Turismo Científico, o curso é uma oportunidade de lazer com conhecimento. “Na Reserva, temos pousada, restaurante, auditório climatizado, estacionamento, área de camping, trilhas suspensas e a exuberante floresta. Infelizmente, no Brasil, há pouquíssimas áreas naturais em que é possível fazer atividades de campo e teóricas, e no final do dia contar com o conforto e segurança que temos no Legado. Estamos felizes em iniciar o Programa de Turismo Científico com o curso de borboletas, uma das pesquisas com maior destaque e resultados extremamente relevantes. Compartilhar todo esse conhecimento em uma experiência de imersão e diversão nos receptivos turísticos que temos aqui é motivo de muita felicidade. Temos certeza que será muito prazeroso para todos”, diz o analista.

Novidade

No curso também será realizado o lançamento do livro “Borboletas do Legado das Águas”, obra que reúne informações sobre a pesquisa realizada na Reserva, os resultados, a metodologia e as espécies registradas. Posteriormente, o material será disponibilizado para download.

Foto: Arquivo Dra. Laura Braga

Artigos relacionados
Experiências

Safári New Natural Habitat inclui visita aos últimos rinocerontes brancos do norte

A Natural Habitat Adventures , fornecedora líder de experiências de viagens de aventura com foco na conservação, está introduzindo um…
Experiências

Verão do Alasca esquenta com propriedades novas e reformadas

A movimentada temporada de viagens de verão está se aproximando rapidamente no Alasca e com ela vem a abertura de…
DESTINOSExperiências

Maragogi Brisa, o pé na areia na quarta melhor praia do Brasil

Atualmente considerado o melhor hotel em Maragogi, com uma gastronomia diferenciada e o conforto que surpreende, se transformando numa experiência…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :