Destaques

Brasil quer fortalecer turismo com Argentina

Fortalecer ainda mais os vínculos e as parcerias com a Argentina, principal emissor de turistas estrangeiros para o Brasil, foi pauta de reunião realizada na sede da Embratur e que contou com a participação da Embaixada da Argentina e da Secretaria de Turismo do Distrito Federal. “Queremos estreitar os laços e aumentar a conectividade entre os dois países. E, para isso, a Embratur está trabalhando para fomentar ainda mais a vinda de turistas argentinos para o Brasil”, enfatizou o diretor de Gestão Corporativa da Agência, Edson Queiroz.

A diretora de Marketing, Inteligência e Comunicação, Karisa Nogueira, levantou a importância da retomada das divulgações internacionais da Embratur no exterior, a exemplo do que ocorreu no último verão com a campanha “Uno, dos, três, Brasil!”, realizada na Argentina, Uruguai, Chile e Paraguai. “Após um período em que a Embratur precisou, por força de legislação, devido à pandemia, focar na promoção do turismo interno, a Embratur voltou, a partir de julho de 2021, seu foco para sua missão original em promover o Brasil em outros países e atrair visitantes estrangeiros. Nossa última campanha veiculada na Argentina, entre novembro de 2021 e março de 2022, por exemplo, levou o número de reservas de voos e hospedagens entre os turistas argentinos praticamente ao mesmo patamar do verão antes da pandemia”, reforçou Karisa Nogueira.

O Ministro da Embaixada da Argentina, Rodrigo Bardoneshi, enfatizou a importância do intercâmbio turístico bilateral entre os países. “O intercâmbio turístico entre o Brasil e a Argentina é bastante tradicional e os números mostram a importância dessa relação para os dois países. Na América Latina, o Brasil é o principal destino emissor de turistas para a Argentina e precisamos seguir nessa posição”, reforçou Bardoneshi.

Voos Brasil x Argentina

A retomada de quatro voos entre Brasília e Buenos Aires foi celebrada no encontro desta quarta-feira. Desde abril, a companhia Aerolíneas Argentinas, que não operava em Brasília desde 2016, está oferecendo quatro voos semanais saindo do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek direto para Buenos Aires.

Também estão previstos mais dois voos semanais entre São Paulo e El Calafate, na Argentina, a partir de julho. As rotas de ida e volta também serão operadas pela Aerolíneas Argentinas, com aeronaves com capacidade para até 170 passageiros. Além disso, também entraram em operação duas novas rotas ligando San Martin de los Andes e Ushuaia a São Paulo.

Principal emissor de turistas estrangeiros para o país, a Argentina enviou para o Brasil, somente no mês de abril, 510 voos, com mais de 101 mil assentos.

Artigos relacionados
Destaques

TAP diz que caos foi causado por um jato privado

Centenas de brasileiros estão há 48 horas aguardando para embarcar de volta ao Brasil, no aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa…
CIA AÉREASDestaques

Diretoria da TAP anuncia aumento de 10% para pilotos, mas ministro diz "NÃO!"

No domingo passado, a TAP anunciou que vai reduzir em 10% o corte que os pilotos sofreram nos vencimentos e…
Destaques

São João do Pelourinho encerra temporada de websérie do MTur

O São João de Salvador (BA) voltou, após dois anos de pausa por conta da pandemia de Covid-19! A festividade…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Enter Captcha Here :